15.2 C
São Paulo
quinta-feira, 17 de junho de 2021

Estreia de Loki explica multiverso, mostra nova variant e explode cabeças com Mephisto (será?)

A Marvel soltou nesta quarta-feira o primeiro de seis episódios da sua nova série parte do seu Universo Cinematográfico, Loki. Nela vemos o que aconteceu com o Deus da Trapaça após fugir com o Tesseract em Vingadores Ultimato. De agora em diante veremos cada novo episódio às quartas-feiras no Disney+, serviço de streaming da empresa.

E foi justamente assim que começou esse episódio 1. Após o roubo, Loki se teletransportou para um deserto onde foi rapidamente encontrado pela TVA (Agência de Variação do Tempo, em português) e levado para julgamento por ter quebrado a linha de acontecimentos naturais da realidade.

Apesar de condenado, ele foi salvo por Mobis M. Mobius, importante agente dos quadrinhos aqui interpretado pelo famoso ator Owen Wilson. Ele acredita que Loki pode ajudar a derrotar uma outra variant que está criando novas realidades. Apresentada no final do episódio, esta personagem ainda é um mistério já que está encapuzada. Mas, devido a vazamentos acredito ser a Lady Loki, cogitada para ser a vilã da série.

Alguns detalhes importantes: em certo momento de tentativa de fuga, Loki encontra as famosas Joias do Infinito jogadas em uma gaveta. O funcionário da TVA explica que lá elas não têm função alguma a ponto de ser usadas como peso de papel.

Mais: a série explicou a questão do Multiverso na Marvel. Haviam, antigamente, várias linhas do tempo, formando assim um grande multiverso. Essas linhas estavam lutando umas contra as outras. Assim, os Guardiões do Tempo surgiram para juntar tudo em uma linha do tempo única e criou a TVA justamente para garantir que esta única linha do tempo se mantivesse assim. Sempre que alguém fugisse da linha normal dos acontecimentos, cabia a TVA encontrá-la e ressetá-la.

E por fim, mas não menos importante, temos uma menção ao Mephisto. Ou algo bem próximo disso. Aquela variant que citei anteriormente matou alguns agentes da TVA e Mobius que está investigando esses acontecimentos, pergunta a uma criança quem tinha feito aquilo. A jovem apontou para um vitral que tinha a figura de um capeta, e vale lembrar que capeta na Marvel é o Mephisto que tanto teorizamos quanto a aparição dele em WandVision.

Porém, não acredito que tenha relação com este personagem. Mas sim com a própria Lady Loki que assim como o Loki original usa uma tiara com chifres na cabeça. A criança simplesmente relacionou os chifres ao diabo. Mas isso ainda é só uma análise e teoria a partir daquilo que já sabemos sobre a série e ao que parece ser plausível de acontecer.

Deixe uma resposta

Leia mais