16.7 C
São Paulo
quinta-feira, 17 de junho de 2021

O navio negreiro: descortinando a hierarquia dos temas e das palavras

Neste trabalho acadêmico pretendo fazer uma explanação a respeito do discurso literário que nosso grande poeta Romântico Castro Alves faz em sua magnífica obra épica O Navio Negreiro, onde ele trata o tráfico de pessoas como um crime, que vidas humanas tornam-se moeda de troca e dominação. Para dialogar com esse assunto adotou-se diversos autores dentre eles, Telênia Hill, Antonio Candido, Adilson Citelli, dentre outros, após pesquisar a fundo sobre o poema em questão, a partir do estudo da obra, nos lançamos mão sobre um discurso que trata de dois eixos importantes – matéria épica e concepção heroica do discurso erudito. A adoção desses dois tópicos, foram importantes para fazermos analogia do poema Navio Negreiro, enquanto um projeto literário composto de uma narrativa épica.  Observe-se que já naquele século o autor começa a denunciar os crimes cometido por chefes de estados e outras pessoas de diversas nacionalidades e que o mesmo convida todos aqueles que valorizam a vida para participar da abolição da escravidão, é interessante que mesmo nos dias de hoje o valor a vida ainda é algo duvidoso.

Palavras-Chaves: Discurso literário, tráfico de pessoas, trabalho escravo.

Autor:

José Borges Filho, acadêmico de História.

Download:

Deixe uma resposta

Leia mais