15.3 C
São Paulo
quarta-feira, 25 de maio de 2022

Um Deus que Pensa e Caminha Diferente de Nós.

8Afinal, os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, e os vossos caminhos não são os meus caminhos!” Afirma Yahweh,  o SENHOR . Isaías 55:08 (Bíblia King James)

COM JESUS NA CONTRAMÃO: Qual caminho escolher?... Pensamentos (V)

Talvez poucos textos na Bíblia, apresentem uma contextualização tão atual e aplicável, ao homem de hoje, como o texto acima. São tantos os fatos, pessoas, circunstâncias, que afinam a este contexto, que cada abertura de uma revista, cada lida em algum periódico, ou mesmo; a televisão não se cansam de ditar os fatos, que marcam, mais um dia, mês, ano, ou Século de nossa História. Ainda, que “mudanças” permeiem o transcorrer de nossa história, caracterizem, os dias atuais, e sinalizem rumo ao futuro, uma coisa é certa: ” Há algo errado, que o tempo, nem o homem e muito menos, as mudanças puderam mudar: “Deus numa direção oposta, se troca o “ao” pelo “de”, numa história chocante de “encontros ” e desencontros, nesta relação antitética, ambígua e cheia, de contrariedades. Todos, indistintamente de classes, de poderes, de etnias, localizações, relações, interesses, ou qualquer outros aspectos que nos caracterizem, como seres criados à imagem e semelhanças de Deus, em um aspecto claro como o sol ao meio dia, nos confrontamos diante de uma realidade. ” Os vossos pensamentos e os vossos caminhos” não são os meus! Ou melhor, não pensamos e não caminhamos na direção de Deus! Há CPIs para discutir possíveis desvios de verbas, há tribunais para julgar crimes de guerra, há juris para julgar crimes contra a pessoa, contra o patrimônio, contra o Estado, mas eu nunca vi, um tribunal com vistas, a julgar os crimes contra Deus? E isto, por consequência de uma simples razão: “O culpado foi ele!”. Enquanto não houver um tribunal da consciência, que nos conduza à própria culpa, eu nunca direi: “Vou ter com o meu Pai e lhe direi: Pequei contra o céu e diante de ti, e não sou digno de ser chamado: Teu filho”. Os filhos estão espalhados pelo mundo, envoltos em e por, seus próprios mundos, elencados por interesses díspares, contrários; ambíguos, aos interesses de Deus. Ás vezes, a mente pergunta: “Onde está Deus, na Pandemia?” Quando na verdade, a resposta provém de uma resposta: “Por onde andei eu, durante a Pandemia. Cruzo caminhos perversos, nas estradas da vida, vejo pessoas esquecidas, tentando se esquecer, e outras; que se perderam tentando relembrar: “Onde estou” e ” para onde vou?”. Todas essas vivências vividas no presente, que mais parecem repetições de um passado, é fruto de uma resiliência da vida, uma insistência em querer viver a revelia, e indiferente, do que Deus pensa e pelo caminho que Ele vai. Deus pensa e caminha, muito diferente de nós, “Nós só pensamos em ter” Deus, só se preocupou em ser. Nos tratamos com base na cor, Deus caminha pelo caminhar do amor. Nós olhamos para as roupas do sujeito, Deus enxerga o coração dentro do peito. Nós entramos por caminhos diversos Deus nunca mudou seu caminho. Nós sempre pensamos em nós Deus pensou sempre no outro. Nós queremos tudo para ontem Deus vive cada dia de cada vez. Há tempos, milênios, Séculos; o homem está em busca de seu caminho. Virgílio em Eneida, apresenta o caminho mais procurado, aquele que ninguém deseja, mais largo, conforma apregoado por Jesus, porém; “Os portões do infernos estão abertos dia e noite, a descida é suave e o caminho fácil” (Virgílio) “Eneida”. Deus pensa diferente de nós, ai dele, se fosse o contrário! Deus caminha por caminhos díspares dos nossos. Há tantos caminhos por isso, há tantos fracassos. Deus não está morto! Morto estaremos nós, se continuarmos pensando e andando por caminhos estabelecidos pelo homem. Ás vezes, os caminhos, e/ou, o caminho parece tão correto! Mas, o fim deles é caminho de morte. “Como diz o filósofo: Acho que só existe um tipo de gente, gente!”.

Telles dos Santos
Telles dos Santos
O autor é Teólogo, Bacharel e Pós graduado em Teologia (PUC-PR). Faculdade Teológica Sul-americana (FTSA) Formado em Pedagogia Universidade Nove de Julho (uninove SP) e Pós Graduado em Neuropsicopedagogia pela Faculdade São Luís (SP) e pós graduado em Ciências da Religião. (Faculdade Batista de Minas Gerais).

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Leia mais

%d blogueiros gostam disto: