28.7 C
São Paulo
domingo, 12 de maio de 2024

3ª e-Copa São Paulo chega ao fim com mais de 25 mil atendimentos

Disputas finais contaram com a participação de 96 finalistas e consagrou os campeões de Just Dance, Fortnite e Grand Turismo 

No último domingo (04), o Complexo Gamer, em São Paulo, foi palco da final da 3ª e-Copa São Paulo, evento organizado pela Prefeitura da capital, por meio da Secretaria de Esportes, em parceria com a Associação Paulistana de Recreação, Esportes e Lazer (Aprel). O campeonato reuniu ao todo mais de 25 mil atendimentos e 96 finalistas entre crianças e adolescentes nas finais em disputas de e-sports, totalizando mais de 200 horas jogadas. 

O torneio foi concebido para levar jogos eletrônicos presentes nas Olimpíadas para as comunidades carentes. Ao longo da competição, a carreta gamer, equipada com dez PCs para Fortnite, seis cockpits completos para Grand Turismo e duas estações de dança para Just Dance, esteve presente no CEU Água Azul, na região Leste; CEU Uirapuru, na região Oeste e CEU Paraisópolis, na região Sul. 

“O evento E-Copa é uma oportunidade única para promover a integração entre os jovens por meio do esporte eletrônico, incentivando a competitividade saudável e o espírito de equipe”, Paulo Sérgio Fernandes, membro da APREL.

Weber Matias, assessor especial da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), destaca que a e-Copa São Paulo faz parte do compromisso da administração em oferecer mais oportunidades para os jovens e atender cada vez mais as periferias. “Iniciamos as atividades com e-sports logo após a pandemia e, devido ao sucesso desses eventos, optamos por ampliar as ações para desenvolver as habilidades de crianças e adolescentes nos esportes eletrônicos. Assim, elas têm a oportunidade de acessar jogos e atividades que não fazem parte de sua rotina”, ressalta. 

Vencedores 

Nas finais, foram classificados inicialmente os quatro melhores jogadores por comunidade, em cada um dos três jogos, totalizando 12 finalistas por região. As vagas restantes foram ocupadas pelos melhores resultados globais, independentemente da comunidade e, por fim, os campeões: no Just Dance, Vanderlei Previato Junior, 23 anos; no Gran Tursimo, Antony Gomes da Silva, 20 anos.

Morador da Penha (Zona Leste), Vanderlei Junior afirmou que conheceu o Just Dance em 2022 e que, sem acesso ao game, assiste aos vídeos para praticar e memorizar as sequências. Quando encontra oportunidades como na e-Copa, joga e busca a vitória. “Eventos como esses são ótimos para conhecer pessoas novas e revelar os talentos da comunidade. Temos muitos jogadores na periferia que precisam de oportunidades como essa”, afirma. 

Antony Gomes da Silva, morador de Taipas, no Jardim Paulistano (Zona Oeste), e campeão de Gran Turismo, compartilha a mesma opinião. “Embora o sonho de se tornar um atleta profissional de e-sports envolva muitos jovens, a realidade está longe das crianças da periferia. Por isso, iniciativas como a e-Copa fazem a diferença”. 

Inclusão 

Para os integrantes do projeto Favela Gamer, MH (Matheus Lopes) e Cris Maluf, que ajudaram na mobilização dos jovens para a competição, ações com um propósito maior ajudam a tirar as crianças da rua e a mostrar uma realidade que não está ligada à violência, mas sim à amizade e à troca de informações. 

“São crianças de diversos locais de São Paulo que nunca tiveram a chance de fazer parte de uma organização e estrutura desse porte”, destaca Maluf. “Elas são carentes, de áreas muitas vezes violentas, por isso esses eventos evidenciam que há outros caminhos e permitem que elas conheçam outras pessoas, regiões, troquem informações e ampliem o conhecimento sobre o mundo. Essa parceria é ótima e importante para todos nós”, afirma MH. 

Para imagens e vídeos em alta resolução contate o e-mail: ecopa@nbpress.com.br 

Sobre e-COPA SP  

 
Realizada há dois anos, a e-COPA SP leva competição, tecnologia e entretenimento às comunidades carentes, reforçando o compromisso com a promoção do esporte eletrônico em todas as regiões da cidade. Organizado pela Associação Paulista de Recreação, Esporte e Lazer (Aprel) e idealizado pela Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria de Esportes, o evento chega a sua terceira edição.   

Autora:

Kênia Pereira dos Santos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Patrocínio