26.8 C
São Paulo
terça-feira, 23 de abril de 2024

Tendências do setor de tecnologia para 2024

Para o próximo ano, a previsão para é de um aumento de 8% nos investimentos mundiais em TI

Usar tecnologia no trabalho se tornou uma nova realidade para a sociedade contemporânea. Na maioria das empresas, o uso de dispositivos tecnológicos é essencial, tornando-se necessário ficar atento às tendências e atualizações do setor. O crescimento do TI (Tecnologia de informação) é nítido, e sua expectativa é a constante evolução, tanto do setor quanto do mercado. Segundo o levantamento da Cartez, em janeiro deste ano haviam 33 mil vagas para cargos que envolvessem tecnologia, um aumento de 38% em relação ao mesmo período de 2022.

“O cenário para o próximo ano é promissor para serviços e soluções que utilizam IA para entrega e ganhos operacionais, esta estará associada a serviços que utilizem a IA Generativa integrado aos sistemas organizacionais, porém também traz outras abordagens que deverão ter maior notoriedade durante os próximos anos, tais como: gerenciamento de riscos e segurança de IA e desenvolvimento de software pela IA. As empresas devem garantir um grau de segurança para IA e a possibilidade de criar aplicativos mais rapidamente e com menos erros”, explica Rogério Athayde, CTO da keeggo.

Para 2024, a tendência é que essa busca por investimentos que envolvam o setor continue. Segundo a Gartner, uma das principais empresas mundiais especializadas em pesquisa e consultoria em tecnologia da informação, no próximo ano haverá um aumento de 8% nos investimentos mundiais com TI, com gastos chegando a um montante total de US$5,1 trilhões.

Um dos avanços que deve ganhar mais protagonismo na área em 2024 é a inteligência artificial. O uso da tecnologia, popularizada no país em 2022, continuará em crescimento no próximo ano. A sua otimização de processos, inovação de serviços e o impulsionamento da automação, vão ser mais exploradas em diversos setores, como saúde e finanças. Em pesquisa realizada pela Gartner, espera-se que até 2026, 80% das companhias terão usado APIs e modelos de GenAI, ou seja, inteligência artificial generativa, contra menos de 5% no início de 2023.

Como resposta à complexidade crescente das arquiteturas de software, a engenharia de plataformas vai ganhar espaço no próximo ano. As plataformas oferecem recursos de autoatendimento com uma infraestrutura tecnológica. Por conta da grande otimização que promete desde a experiência do desenvolvedor até a entrega de valor ao cliente, a partir das equipes, é uma grande tendência para 2024.

tecnologia sustentável também está entre as tendências. A preocupação com políticas voltadas para a promoção do ESG (governança ambiental social e corporativa) que apoiem o uso de uma tecnologia mais sustentável, fez com que setor de TI se voltasse para a utilização de tecnologias que exijam um menor consumo de energia e sejam mais eficientes. Tanto que a Gartner, uma das principais empresas mundiais especializadas em pesquisa e consultoria em tecnologia da informação, revelou que até 2027, 25% do CIOs verão compensações pessoais ligadas ao impacto da tecnologia sustentável.

“As principais tendências tecnológicas para 2024 incluem a inteligência artificial generativa democratizada, gerenciamento de riscos e segurança da IA, desenvolvimento ampliado pela IA, arquitetura de micro serviços, automação inteligente de processos, entre outras. A IA generativa permitirá que os trabalhadores criem conteúdo de alta qualidade com mais facilidade e rapidez. Já a que está se tornando cada vez mais popular, permitindo que as empresas criem aplicativos escaláveis e flexíveis, mudando a forma como as empresas operam, permitindo que elas automatizam processos de negócios complexos. Por fim, as tecnologias sustentáveis são utilizadas para permitir resultados ambientais, sociais e de governança (ESG) que apoiam o equilíbrio ecológico e os direitos humanos a longo prazo”, destaca o especialista.

As plataformas de nuvem industriais também serão destaque, utilizando da internet como fonte para possibilitar serviço de computação e armazenamento. Os profissionais de TI vão utilizar a plataforma para ganhar mais adaptabilidade e agilidade. Para 2024, a expectativa é que essas plataformas ganhem espaço dentro das indústrias, participando da forma de organização de grande parte delas. Gartner ainda reforça que 70% das  indústrias até 2027 usaram a industry cloud platforms – ICPs (plataformas de nuvens industriais), pois fornecem soluções especializadas focadas no setor para ajudar a otimizar, ampliar e transformar seus principais processos de negócio.

Por fim, outra tendência tecnológica para o próximo ano é a gestão contínua de exposição e ameaças. Os ativos digitais e físicos de uma empresa podem, por meio dessa gestão, serem avaliados de maneira consistente e contínua. Para Gartner, até 2026, as empresas irão priorizar investimentos em segurança que sigam a base de Gestão Contínua de Exposição a ameaças, que podem resultar em uma redução de dois terços nas cyber violações. “A gestão contínua de exposição e ameaças, também conhecida pela sigla CTEM, é uma nova abordagem à gestão das ciber ameaças. Ela integra o conhecimento situacional da inteligência sobre ameaças e as capacidades de resposta automatizada, permitindo às organizações respondam a ameaças cibernéticas novas ou em evolução de forma mais eficaz e proativa. Pode-se dizer que trata-se de um processo de avaliação e gerenciamento de riscos e vulnerabilidades de segurança cibernética, sendo este essencial para todas as empresas de todos os segmentos de mercado“, conclui Athayde.

Autora:

Daniele Ferreira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Patrocínio