20.9 C
São Paulo
quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

Intelectual duvidoso

15 Ao amanhecer apertaram os Anjos com Ló, dizendo: Levanta-te, toma tua mulher e tuas duas filhas, que aqui se encontram, para que não pereças no castigo da cidade.
16 Como, porém, se demorasse, pegaram-no os Anjos pela mão, a ele, a sua mulher e as duas filhas, sendo-lhe o Senhor misericordioso, e o tiraram, e o puseram fora da cidade.
Gênesis, de Moisés, cap. 19:15 e 16.

DEUS é mau!
Diz um intelectual
Que está afinal
Cheio de dívidas
Com o seu Passado
Que ficou selado
No Livro do Determinismo
Por causa do seu cinismo,
Que é em realidade
A negação da Verdade
Escrita com veracidade
No seu coração,
Onde a companha a razão
Que não quer perder
O fio da continuidade
De todo Saber.

“A inteligência é o que você usa quando não sabe o que fazer.”
Jean Piaget (1896-1980).

É sim, ELE é malvado,
Pois mandou fogo do céu
Para atravessar todo o véu
De proteção de Gomorra e Sodoma,
Cuja imensa soma
De pessoas mortas
Ficaram expostas
Num montão de cinzas!

“Se o indivíduo é passivo intelectualmente, não conseguirá ser livre moralmente.”
Jean Piaget (1896-1980).

Errado está você,
Que não procura entender
A Bondade Divina
Que alertou o povo
Para que dali saísse
E o fogo dos vulcões
Não o consumisse,
Mas ele não quis ouvir;
Inclusive a mulher de Ló
Que virou estátua de pó
Por sua insistência
Na permanência
Em duas cidades condenadas
Pelo correr das vulcânicas lavas
Que tudo assolava
Naquela região do Mar Morto.

“Só um humano pode curar outro humano”
Jean Piaget (1896-1980).

Intelectualizar
É naturalmente entrar
No âmago da situação
Para conhecer uma região,
E, desse modo, dar a sua opinião.

“O conhecimento não pode ser uma cópia, visto que é sempre uma relação entre objeto e sujeito”
Jean Piaget (1896-1980).
Psicólogo suíço.

DEUS não pune ninguém,
Mas tem sempre alguém
Que O culpa
Para ocultar a sua má conduta.

“A vida sem luta é um mar morto no centro do organismo universal.”
Machado de Assis (1839-1908).
Poeta, escritor brasileiro, fundador e presidente da Academia Brasileira de Letras.

Autora:

Zahira Zehava

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Patrocínio