19.8 C
São Paulo
quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

Organização da copa do mundo do Futebol, pela primeira vez no Marrocos e Espanha, e Portugal

O evento esportivo, o mais importante do mundo de 2030, anunciado pela primeira vez  pela FIFA em favor de Marrocos, Espanha e Portugal, após Argentina, Paraguai e Uruguai desistirem de organizar esta copa do mundo em 2030.

Tal notícia, que veio da federação internacional de futebol, Fifa, no início desta semana, deixou  marroquinos, africanos e europeus satisfeitos, cumprindo um sonho tão esperado desde décadas.

O rei Mohammed VI do Marrocos, através da nota do gabinete, deu suas altas instruções ao presidente da federação de Futebol marroquino para gerir o dossiê, dando continuidade às obras sociais e infraestruturas esportivas, estradas, transporte urbano, hotéis , restaurantes e cafés.

O Marrocos, sob o patrocínio do soberano, Mohammed VI, realizou muitas conquistas, caso da prestação na Copa do Qatar, em 2022, como primeiro país árabe e africano, a classificar-se à semifinal nesta copa do mundo.

Para Marrocos organizar este evento esportivo internacional, com Espanha e Portugal almeja muitas vantagens econômicas, industriais e comerciais, aumentando seus negócios e relações internacionais em diferentes níveis.

O Marrocos pode acelerar neste contexto, o desenvolvimento do sector do TGV de alta velocidade, entre Casablanca e Agadir via Marrakech, podendo promover ainda mais postos de trabalho para jovens marroquinos desempregados.

Durante este evento internacional de futebol, o Marrocos pode se tornar o destino turístico por excelência, pois os olhos de muitas pessoas do mundo se voltarão para o Reino, para visitar suas cidades e metrópoles, seja para incentivar suas seleções nacionais, ou conhecer este país norte-africano, sua  cultura, geografia, costumes e hábitos.

Após esta Copa do Mundo de 2030, Marrocos pode ser um destino turístico e ganhar posições, ao mesmo tempo, ocasião para fortalecer os serviços de saúde, de transporte, de educação e esportivos… etc.

Este evento futebolístico pode permitir a Marrocos, alcançar o objectivo de atrair mais de 26 milhões de turistas até o ano 2030, ocasião ainda para fortalecer e diversificar o setor da economia e produção industrial, além dos serviços e negócios em todos os setores.

Esta adopção por unanimidade do Conselho da Federação Internacional de Futebol (FIFA) para a candidatura do Marrocos-Espanha-Portugal  foi o resultado da boa preparação por parte dos três países candidatos a esta copa do mundo, selecionados em consequências das obras,  preparações, infraestruturas, segurança e estabilidade, além do brilho deste evento internacional, em termos de dar continuidade a Copa do Mundo FIFA, importante evento o mais famoso  no mundo, característica desta próxima edição de 2030, coincidindo com o 100º aniversário na história, levando as primeiras partidas a serem realizadas no Uruguai, Argentina e Paraguai.

Autor:

Lahcen EL MOUTAQI

Pesquisador universitário-Rabat, Marrocos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Patrocínio