21.5 C
São Paulo
segunda-feira, 15 de abril de 2024

Um olhar de incertezas para 2023

Falando sobre o cenário político atual: O motivo de muitas, ou maioria das incertezas e insegurança por parte de uma parcela muito grande de brasileiros é o fato de que nestes últimos quatro anos, principalmente em 2022, vimos o Brasil dividido em duas partes, ou dois lados. Em que um dos lados foi tido como motivo de chacota pelo outro, simplesmente por pensar diferente.

Agora, vamos fazer uma rápida análise:

Em um lado, todos levantaram uma bandeira fictícia de democracia e liberdade. Porém, com as “armas da contradição” defenderam e aplaudiram quando o outro lado era posto por antidemocráticos e criminosos. Tendo sua liberdade cerceada. Um lado rompeu todos os limites das suas liberdades democráticas. Já o outro, teve sua liberdade de se expressar e opinar tolhida por uma instituição que foi constituída com a missão de garantir que ambos tenham o mesmo direito.

O SUPOSTO CRIME DE OPINIÃO

Vimos jornalistas e políticos presos, processados e exilados por suposto crime de opinião. Mesmo, tendo suas liberdades de opinar e se expressar previstos na constituição, tanto como cidadãos brasileiros, como para suas respectivas atividades políticas e jornalísticas. Além de pessoas que não exerciam nenhuma dessas atividades citadas. Que tiveram suas redes sociais bloqueadas e desmonetizadas, por pensarem diferentes. Do outro lado, tudo é liberado. Enfim, um lado sendo acusado de ditador, enquanto o outro era amordaçado.

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, aliás, de forma que até o presente momento não está claro, apresenta uma extensa lista com 37 nomes escolhidos para os ministérios. Além dos cargos comissionados dentro das secretarias. Em sua maioria, políticos investigados por crime de corrupção e que fracassaram em seus respectivos mandatos anteriores. A título de exemplo, o escolhido para “Fazenda” Fernando Haddad, que não foi bem como prefeito por São Paulo e nem como Ministro da educação nos governos petistas anteriores.

Os fortes não têm medo de encarar o pior: os fracos fogem dele porque sua mera visão os esmaga”.

Olavo de Carvalho

Chega um novo ano. E com ele, muitas incertezas no âmbito político e econômico, movidas pelo atual cenário. Nos resta estar prontos para encarar os novos desafios propostos, com altivez e alimentando sempre a esperança de um futuro melhor para nós e nossos filhos.

É momento de reflexão. Não somente deixar as diferenças de lado, mas deletá-las de uma vez por todas. Sem apontar culpados pelos nossos fracassos, e reconhecer aqueles que estiveram ao nosso lado nos momentos mais difíceis nesse ano de 2022. Agradecer a Deus, pela fé, saúde, esperança e coragem para enfrentar as maiores dificuldades e superar os maiores desafios. Que não serão poucas.

Daniel Da Silva Vitor
Daniel Vitorhttps://www.atitudequerealiza.com.br/
Daniel S. Vitor, nascido em 01 de fevereiro de 1983 no bairro da Mooca, zona leste de São Paulo/SP, é Radialista, Jornalista e comentarista brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Desenvolvimento Pessoal

Empreendedorismo e Motivação

Você sabe o que é Alopecia?

Patrocínio