8.4 C
São Paulo
quinta-feira, 19 de maio de 2022

Trump culpa Biden por ataque russo à Ucrânia…

Ex-presidente dos EUA diz que invasão “não teria acontecido” se ele estivesse na Casa Branca .
“[O ataque] não deveria ter acontecido, não teria acontecido na minha gestão. É triste para o mundo”, declarou Trump. “Ele [Putin] percebeu a fraqueza, a incompetência, a estupidez dessa administração. Como norte-americano estou triste e insatisfeito. Tudo isso aconteceu por causa de uma eleição fraudada.”…

Sobre esse comentário expresso por Donald Trump, pode-se dizer que é um absurdo afirmar que Joe Biden o atual presidente dos Estados Unidos, não está sabendo administrar o País de sua devida maneira e tendo o tipo de posicionamento adequado contra o Presidente da Rússia Vladimir Putin e seus crimes cometidos desde a invasão na Ucrânia.

Cabe suscitar que, Joe Biden não está dando uma resposta rápida a Rússia sobre esse ataque pelo simples fato de evitar com que um conflito maior se entenda e desencadeie uma Guerra Nuclear que alcance enormes escalas e proporções. Relembre de Trump quando em seu governo em meados de 2020, autorizou o ataque de drone que resultou na morte do general iraniano Qasem Soleimani, que elevou as tensões entre EUA e Irã, com trocas de ameaças e outras declarações hostis de ambos lados… De fato, Trump estava precavendo de uma possível ameaça terrorista aos Estados Unidos da América, mas, não justifica tal tipo de conduta e posicionamento, sem haver provas contundentes de que um ataque estaria para ser realizado contra o Estado.

Não deixaria de comentar que realmente Trump, não permitiria que o Presidente Vladimir Putin fizesse que desejasse e desafiasse o Ocidente de tal maneira e conseguir uma espécie de autodependência financeira e saísse impune de seus crimes e desse extermínio na Ucrânia. Importante indagar que, a Alemanha fora a primeira a enviar armamentos militares e suporte para a Ucrânia diante dessa ofensiva Russa sobre o País que está atualmente sobre constante ataque a comando de Putin, mas, não vemos um posicionamento firme de Joe Biden relacionada a Crise na Ucrânia e até mesmo o próprio Brasil sobre o comando do Presidente Jair Messias Bolsonaro realizou uma operação para resgatar os Brasileiros que estavam na Ucrânia presenciando o horror daquele conflito e temendo por suas vidas presenciando, tal tipo de cenário que ficará marcado sobre suas vidas e principalmente do povo Ucraniano que tiveram de evacuar seu País de Origem à procura de abrigo e um novo lar para recomeçar. A questão não se fala a respeito da fraqueza de Biden, mas, por haver esses tipos de tratados e leis que estão envolvidos tanto na OTAN quanto da ONU, não poderia tomar tal tipo de atitude sem pensar em que consequências poderia resultar a seu Estado e ao próprio povo Americano durante uma intervenção militar na Rússia e que resposta haveria sobre o Presidente Vladimir Putin contra o Ocidente, uma vez, sendo apresentando-se nas mídias e afirmando para que não ousassem desafiar sua paciência com tais tipos de provocações.

No entanto, também nesses últimos dias esperamos que a Rússia possa oficialmente declarar a Guerra na Ucrânia, deixando de ser uma Operação Militar contra o Neonazismo e expressando seus reais interesses ao realizarem esse tipo de ataque contra a Ucrânia e sobre o Governo do Presidente Ucraniano Volodymyr Zelensky… Dependendo do que fora apresentado do Presidente Vladimir Putin ao Ocidente. Que tipo de posicionamento podemos esperar sendo declarada oficialmente essa Guerra no dia 09/05/2022?

Autor:

Calton Carcovichi 

Deixe uma resposta

Leia mais