8.4 C
São Paulo
quinta-feira, 19 de maio de 2022

Antropoceno

ANTROPOCENO

I

Obscenas imagens de destruição invadem a TV.
Florestas devastadas pela ganância de poucos que querem muito e destroem o patrimônio de todos.
Terras indígenas invadidas e culturas devassadas, corpos carbonizados e crianças famélicas.

II

Rios envenenados intencionalmente. Fuligens e fumaças apagam a visão devastadora.
Corpos exaustos exaurem a terra em garimpos clandestinos. As riquezas escorrem para as mãos dos financiadores, bancos em sua fome de lucro fácil. BAN! BAN! PAF! PAF! Bancos S/A e outros mais.

III

Os pássaros desorientados se desviam das rotas migratórias, vão para as áreas urbanas ou ficam ilhados em bolsões de vegetação. O comércio ilegal da fauna desequilibra as relações simbióticas entre o homem e a natureza. Existe uma NATUREZA HUMANA?

IV

O Brasil se tornará um deserto? Ao ritmo que vai a devastação e o descaso dos poderes públicos, fica a dúvida.
No mundo inteiro se assiste os deslocamentos de populações inteiras fugindo das guerras e das tragédias climáticas.
A resposta que se dá ao desafio de salvar-nos é muito tímida.
Estamos condenados a extinção?
O Homem se auto extinguirá?
Ou uma nova HUMANIDADE brotará do HÚMUS da TERRA?


O AGRO MATA A MATA

MATA MATA

AGRO AGRO AGRO AGRO AGRO O OGRO ASSASSINO.


Deixe uma resposta

Leia mais

OUTONO

EU – NÓS

A paz dos fortes

Esperar o que?

UM PRESENTE AOS DIAS FUTUROS