16.5 C
São Paulo
domingo, 17 de outubro de 2021

Ser uma empresa altamente competitiva e inovadora são as principais razões para investir no empreendedorismo corporativo

Sabe por que o empreendedorismo corporativo pode ajudar sua empresa a crescer e se tornar mais competitiva no mercado?

Porque  organizações com forte orientação empreendedora alcançam níveis mais altos de produtividade, inovação, crescimento e retorno financeiro.

Além disso, implementar a mentalidade empreendedora na cultura da empresa, gera vantagens como a retenção de talentos e aumento da colaboração e envolvimento dos colaboradores.

Mas o que está por trás desse conceito e o que você precisa saber sobre ele? 

Neste artigo você vai saber o que é o empreendedorismo corporativo e dicas de como aplicá-lo na sua empresa. 

O que é empreendedorismo corporativo?

Empreendedorismo corporativo é o conceito de apoiar os funcionários a pensar e se comportar como empreendedores dentro dos limites de uma estrutura organizacional existente, também é conhecido pelo nome de intraempreendedorismo. 

Os funcionários com visão e habilidades certas são incentivados a identificar oportunidades e desenvolver ideias que levem a novos produtos, serviços inovadores ou até mesmo novas linhas de negócios.

Embora não seja um conceito novo, o empreendedorismo corporativo está ganhando impulso e sendo amplamente reconhecido como a resposta para esses problemas organizacionais.

Um exemplo de sucesso de uma organização com cultura empreendedora corporativa é a 3M, reconhecida mundialmente por ser uma empresa inovadora.

Já na década de 1910, William L. McKnight, vice-presidente da empresa na época,  apostava no empreendedorismo corporativo.

Ele incentivava a autonomia dos funcionários e era tolerante com os erros.

“A partir do momento que uma empresa cresce, aumenta a necessidade de delegar responsabilidades e encorajar homens e mulheres a tomar iniciativas. Isso requer uma certa tolerância, pois estas pessoas farão o trabalho da sua própria maneira”, regra básica de gestão para McKnight.

E com essa mentalidade, a empresa criou a lei dos 15%, permitindo que os funcionários dediquem 15% do seu tempo de trabalho para desenvolver projetos próprios.

A regra beneficiou o cientista e ex-funcionário da 3M, Art Fry, a criar o famoso Post-it®.

Hoje em dia, muitas empresas empregam a lei dos 15% em suas empresas, como, por exemplo, o Google e o Facebook.

Sabe o botão de “curtir” do Facebook?

Pois é, foi criado num programa interno de ideias. 

Como implantar o empreendedorismo corporativo na empresa?

Embora o crescimento dos negócios seja o objetivo geral, implantar o empreendedorismo corporativo nem sempre é uma tarefa fácil.

Ele desafia as práticas organizacionais tradicionais.

No livro “Empreendedorismo”, escrito por Robert D. Hisrich, ele apresenta algumas dicas essenciais para implementar a cultura empreendedora numa empresa. 

Mudança de cultura a partir da alta administração 

Segundo Hisrich, estabelecer o empreendedorismo corporativo dentro de uma organização existente requer o comprometimento da administração, principalmente da alta administração. 

A organização deve escolher cuidadosamente os líderes, desenvolver diretrizes gerais para os empreendimentos e delinear as expectativas antes de iniciar o programa.

A alta administração deve estar comprometida em preparar a liderança para deixar os gestores mais seguros.

Capacitação Profissional

O treinamento dos colaboradores é uma parte importante do processo. 

A equipe deve receber capacitação e a empresa deve investir constantemente em treinamento para manter a equipe sempre atualizada.

Além disso, quando os modelos de conduta e os negócios empreendedores são apresentados, a organização deve criar um sistema de apoio organizacional forte, aliado a um sistema de incentivos e recompensas para estimular os integrantes das equipes.

Implantar o empreendedorismo corporativo  está permitindo que as empresas aumentem suas capacidades de inovação e competitividade. 

Neste artigo, você conheceu o que é o empreendedorismo corporativo e dicas de como começar a implementá-lo na sua empresa.

Além de se tornar uma empresa inovadora e mais competitiva no mercado, terá colaboradores comprometidos que serão o maior ativo da sua organização. 

O mundo está mudando muito rápido, e, se você não tiver uma postura inovadora, vai acabar ficando pra trás.

Agora que você já sabe o que é empreendedorismo corporativo, aproveite as dicas de como implementar a cultura empreendedora, e comece a ser uma empresa moderna e alinhada com as tendências atuais!

Bom trabalho e grande abraço.

Rafael José Pônciohttp://www.empreenderegerir.com.br
O autor é Empreendedor e Administrador de Empresas, com MBAs em Gestão, e, atualmente Mestrando em Administração.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Leia mais

%d blogueiros gostam disto: