18.7 C
São Paulo
quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

6 dicas para conquistar e manter a autoconfiança ao empreender

Você se considera uma pessoa autoconfiante? Caso a sua resposta não seja positiva, fique tranquilo! Você não está sozinho. Pelo que observo, a falta de confiança é o “calcanhar de Aquiles” de muita gente. E se para pessoas de diferentes áreas o desenvolvimento da autoconfiança é algo desejado, para o empreendedor ele é necessário. 

Explico. Na atividade empreendedora correr riscos é algo intrínseco. Ou seja, faz parte. Portanto, muitas vezes, será necessário ter a confiança de saltar sem saber ao certo onde irá cair. Além disso, é preciso ser firme ao defender uma ideia ou um objetivo — que, aos olhos dos outros, em um primeiro momento, pode parecer inconcebível ou inviável —, e também se manter inabalável diante dos obstáculos (que não serão poucos). 

Em outras palavras, quando estamos falando de empreendedorismo, motivos não faltam para abalar a confiança até mesmo dos mais seguros de si. Dessa maneira, desenvolver a autoconfiança ao empreender e mantê-la ao longo da jornada é muito importante. Por isso, deixo a seguir algumas dicas que acredito que possam ajudá-lo. Acompanhe a leitura!

1. Assuma os seus medos e limitações e os encare de frente

Muito se fala em autoconhecimento hoje em dia. Mas, de fato, é importante entender a raiz dos seus medos e compreender as suas principais limitações. Assim, você poderá desenvolver estratégias para lidar melhor com elas e com situações que gerem insegurança. 

2. Deixe o perfeccionismo de lado

Qualidade é importante, mas o perfeccionismo excessivo pode ser um sintoma de falta de confiança em si mesmo e uma forma de autossabotagem. Como o mundo dos negócios é bastante dinâmico, a busca pelo produto ou serviço perfeito pode fazer com que se perca o timing de oportunidades, tão importante no empreendedorismo. 

3. Evite se comparar com os outros

Eu sei, com as redes sociais isso é quase impossível, mas a comparação só serve para minar a sua confiança. Se for inevitável, lembre-se que dificilmente as pessoas compartilham as dificuldades e os percalços, somente os bons resultados e o sucesso. Portanto, cuidado para não vislumbrar o todo por meio de um recorte e se comparar com isso. 

4. Entenda as falhas como oportunidades de aprendizado

Um erro não é sinônimo de que tudo está perdido, nem de fracasso. Para um empreendedor cometer falhas é difícil, pois o desencoraja e o deixa inseguro. O faz repensar se realmente o que ele se propôs a fazer é viável, ou se seria melhor desistir logo de uma vez. Mas entenda que o erro pode ser o caminho. Ele pode ser parte de um processo, de algo maior. Ou uma lição do que não se fazer novamente, um aprendizado. 

5. Tenha uma postura otimista e positiva

As pessoas com postura pessimista são aquelas que, por acharem que não conseguirão nada, nem tentam. Conhece alguém assim? Por isso, para desenvolver a autoconfiança o primeiro passo é ter uma atitude otimista e positiva diante das situações, por mais adversas que elas sejam. Isso contagia e impulsiona. 

6. Busque conhecimento de forma contínua

Uma maneira de desenvolver a autoconfiança é adquirir cada vez mais conhecimento técnico da sua área. Isso o fará se sentir mais seguro e confiante, pois você dominará assuntos que poderão surgir no seu âmbito profissional. Fora que a busca por aprendizado constante é uma das habilidades mais relevantes para todo empreendedor. Em um mundo que muda a todo momento, é fundamental se manter atualizado. 

Gosto ainda de destacar a importância de encontrar um equilíbrio nessa questão da autoconfiança, já que o excesso de confiança pode ser negativo, esbarrando na arrogância. Confiança demais pode fazer com que você deixe de ouvir outros pontos de vista e o impeça de tomar decisões com cautela. 

Porém, não fique preso à ideia de que ser autoconfiante é se achar melhor que os outros. Não é. É acreditar em si mesmo, em seu potencial e em seu objetivo. E ter a confiança de que pode alcançá-lo. É a característica essencial de quem realiza algo. Nesse caso, autoconfiança nunca é demais. 

Bom trabalho e grande abraço.

Adm. Rafael José Pôncio

Rafael José Pônciohttp://www.empreenderegerir.com.br
O autor é Empreendedor e Administrador de Empresas, com MBAs em Gestão, e, atualmente Mestrando em Administração.

Deixe uma resposta

Leia mais