15.2 C
São Paulo
quinta-feira, 17 de junho de 2021

A informatização do sistema judiciário brasileiro: do físico ao digital

O presente trabalho se ocupa em trazer um assunto que a cada dia que passa se torna mais presente na vida dos operadores do direito, a virtualização e informatização da justiça no Brasil, com ênfase no processo judicial eletrônico, trazendo de forma clara e objetiva o que em nossa conceituação são as principais vantagens e desvantagens da implementação desse sistema na situação atual do Poder Judiciário do país. Em primeiro plano se destaca a celeridade processual, a disponibilização de espeço físico, a mobilidade e maior liberdade de inclusão de documentos e peças no sistema e seus prazos, posteriormente as deficiências em relação as falhas oriunda do próprio sistema ou do meio pelo qual é acessado e a necessidade de “cursos de reciclagem”, por último os órgãos que melhor aderiram a esse sistema.


Palavras-Chave: Informatização; Vantagens; Desvantagens; Processo; Judiciário.

Autores:

Antônio Aquiles de Alencar, graduando de Bacharelando em Direito.
Rafaela Fernandes de Matos, graduanda de Bacharelando em Direito.
Rafaela Rodrigues de Carvalho, graduanda de Bacharelando em Direito.

Download:

1 COMENTÁRIO

  1. Visto a quantidade de documentos que se tem, é importante partir para o meio digital, até mesmo pela questão de compartilhamento de dados com órgãos de interesse…

Deixe uma resposta

Leia mais

%d blogueiros gostam disto: