20 C
São Paulo
terça-feira, 2 de março de 2021

Produção agrícola pode atingir R$ 1 trilhão até o fim do ano

Mato Grosso do Sul 18/2/2021 – Na visão do CEO do Grupo VMX Agro, Carlos César Floriano, o número é realmente surpreendente.

O Ministério da Agricultura apresentou projeções para o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) em 2021, que está estimado em R$ 1,002 trilhão. Houve um acréscimo real de 11,8% em relação ao ano passado (R$ 896,7 bilhões). O dado deixou o empresariado otimista.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento divulgou projeções para o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) em 2021, que está estimado em R$ 1,002 trilhão. Houve um acréscimo real de 11,8% em relação ao ano passado (R$ 896,7 bilhões). As lavouras projetam valores  de R$ 688,4 bilhões e a pecuária de R$ 314,5 bilhões. O acréscimo em relação ao ano de 2020 foi de 15,2% nas lavouras e 5,1% na pecuária. Os dados incluem as estatísticas atualizadas de janeiro deste ano.
Na visão do CEO do Grupo VMX Agro, Carlos César Floriano, o número é realmente surpreendente. “Se os dados se confirmarem demostra que a indústria do agronegócio começa a puxar o crescimento do país de forma significativa, ajudando no desenvolvimento da economia como um todo”, explica.
Desempenho favorável vem sendo apresentado pelo amendoim, com acréscimo de 4,9% no faturamento, arroz 9,6%, batata-inglesa 6,8%, cacau 14,9%, laranja 5,9%, mandioca 5,6%, milho 23,2% e soja 30,3%. Na pecuária, os destaques são os aumentos de 9,9% no VBP de carne bovina, 22,5% na carne de frango e 5% em leite. Os maiores valores do VBP são os de milho com R$ 126 bilhões e soja R$ 326,8 bilhões.
 
Produtos
Um grupo importante de produtos tem apresentado queda no valor da produção, são eles: café (-28,4%), cana-de-açúcar (-1,8%), tomate (-7%), trigo (-3,7%), e ovos (-10,1%). De acordo com Gasques, esses recuos nesses produtos é uma combinação de preços mais baixos e produção menor. Os cinco produtos que lideram o VBP são soja, milho, cana-de-açúcar e algodão, que representam 83,3% do VBP das lavouras. “São produtos que ajudam a compor o indicador e produzidos em larga escala no país. A estimativa realmente gera uma onda de otimismo no empresariado”, conclui Carlos César Floriano.
 
O VBP mostra a evolução do desempenho das lavouras e da pecuária ao longo do ano e corresponde ao faturamento bruto dentro do estabelecimento. Calculado com base na produção da safra agrícola e da pecuária e nos preços recebidos pelos produtores nas principais praças do país, dos 26 maiores produtos agropecuários do Brasil.
O valor real da produção, descontada a inflação, é obtido pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) da Fundação Getúlio Vargas. A periodicidade é mensal com atualização e divulgação até o dia 15 de cada mês. 

Website: http://vmxagro.com.br/

Deixe uma resposta

Leia mais

Notícias