21.5 C
São Paulo
segunda-feira, 15 de abril de 2024

Reflexões

Viver em sociedade… isso é algo complicado, pois não é fácil conciliar as mais diversas linhas de pensamento, todas elas convictas de que professam a verdade. Tal se torna mais palpável quando se comenta sobre política. Cada um tem sua preferência por determinado partido, por determinado candidato, por determinada personalidade… e defendem suas preferências com unhas e dentes, partindo até para uma contenda mais consistente…

Incrível como as pessoas divergem sobre quase tudo. Incrível como cada um se sente o dono da verdade, pois apenas aquele que professa seu pensamento foi agraciado com o dom de conhecer os caminhos corretos na senda da vida, não só para ele como também para seus semelhantes… 

E isso se aplica a tudo… forma comportamental, onde os protocolos devem ser seguidos à risca… o respeito à hierarquia tem que ser  observado por todos… se bem que, nos dias de hoje, as pessoas acham que conseguiram escapar dessa… tradição. Ledo engano. Embora se rebelem contra os superiores hierárquicos tradicionais, não percebem que acabaram elegendo novos ícones e os colocam sobre o altar, tal e qual os líderes anteriores…

A etiqueta social é outra coisa que continua em vigor… segue nos dirigindo a todo vapor. É certo que não seguimos mais certas tendências do passado, mas riscar as normas de nosso círculo, realmente? Claro que não. Seguimos determinadas diretrizes sem sabermos bem quem determinou… mas nos foi dito que essa é a maneira correta de viver em grupo, então vamos segui-la…

Antes que me esqueça… viver sua vida como você realmente deseja é proibido. Você até tenta, mas não é fácil faze-lo. O preço pago por sua ousadia de ser você mesmo costuma ser alto… e a primeira cobrança parte de você. Porque somos de tal forma programados para seguir uma linha comportamental que, para rompê-la, temos que lutar contra nosso intimo. Porque nos parece errado quebrar aquilo que o todo considera correto…

Ninguém é livre para tomar suas próprias decisões. Estamos sempre sob o escrutínio do grupo como um todo e… pasmem… o juiz mais severo a nos julgar somos nós mesmos… sim, as principais travas a nos prender em um grupo são forjadas em nossa mente desde a mais tenra infância, onde nossos sonhos e desejos são considerados um pecado contra a humanidade…

Tem como escapar dessa Roda de Samsara?  Sempre tem… mas não espere sair ilesa dessa luta… afinal, o mundo não é gentil para com aqueles que ousam questionar  suas regras… e costuma ser duro com os que transgridem suas normas…  

Tania Miranda
Tania Miranda
Trabalho na Secretaria de Estado de Educação do Estado de São Paulo e minha função é "Agente de Organização Escolar", embora no momento esteja emprestada para o TRE-SP, onde exerço a função de "Auxiliar Cartorário". Adoro escrever, e no momento (maio de 2023) estou publicando meu primeiro livro pela Editora Versiprosa...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Brincar de “Poliana”

A batalha da vida

Quem somos nós?

Gênese

Patrocínio