21.5 C
São Paulo
segunda-feira, 15 de abril de 2024

Card ensina como separar o dinheiro dos negócios do pessoal

Financeira explica a importância de saber como gerir o dinheiro pessoal e o dos negócios

Para um microempreendedor, pode ser uma tarefa bem complicada manter as suas finanças organizadas. Afinal de contas, ele provavelmente está atuando em todas as áreas do seu negócio, desde as vendas até a parte financeira. Um dos percalços de ser o próprio chefe.

Porém, saber como separar o seu dinheiro pessoal e de seu negócio é de extrema importância para a saúde financeira. Já que, além das despesas da empresa, também há as despesas da casa, com a família, alimentação, transporte, impostos etc.

Por isso, é tão importante manter esses dois mundos separados. Mas como fazer essa organização? Por onde começar? E o mais importante, como evitar pegar o seu dinheiro pessoal para manter o seu negócio, e vice e versa? Card explica!

Por que é importante manter as suas despesas separadas?

Em primeiro lugar, quando se tem um negócio próprio, é preciso ter uma noção real do estado financeiro da instituição. Isso porque, não se sabe qual é o lucro, não será possível separar o pró-labore de forma justa.

Além disso, com as finanças misturadas fica bem mais complicado economizar. “Se toda vez você contar com esse ‘apoio’ acabará sem recursos financeiros para quando as suas despesas realmente apertarem. Por isso é importante ter uma reserva separada”, explica Thales Mendonça Santana, diretor de relacionamento da Card.

O empreendedor pode ter problemas com o fisco se não conseguir mostrar o que é a renda da sua empresa e o que é o dinheiro no seu nome. E deixar esse dinheiro na mesma conta pode dar muita dor de cabeça na hora de declarar os impostos.

Manter as contas organizadas é essencial

A primeira dica pode ser bem óbvia, mas é muito útil e, frequentemente, ignorada pelos empreendedores. “Ter o controle do fluxo de caixa é uma estratégia fundamental para quem deseja manter uma organização financeira. Por isso, é preciso ter um registro de todos os gastos, vendas feitas pela maquininha de cartão, além dos extratos das compras e das vendas da empresa”, aponta Mendonça.

Assim, será possível saber para onde o dinheiro está indo, e fazer os cortes necessários para garantir que não há necessidade de pegar dinheiro da conta pessoal para pagar contas da empresa, e vice versa.

O empreendedor precisa ter um pagamento próprio

Para evitar que o capital de giro da empresa fique comprometido, é interessante ter um pró-labore, ou seja, o salário do mês definido. “Assim, você já estabelece os seus gastos pessoais sem ter que pegar aquele dinheiro guardado na conta da empresa”, afirma.

Organização é crucial para o funcionamento das finanças

Hoje em dia, podemos contar com diversas ferramentas para manter a nossa organização financeira. Existem aplicativos e sites que ajudam nessa organização, mas nada como uma boa e velha planilha para manter as contas organizadas.

Elas são de graça e podem ser feitas de acordo com o mês, ano, tipos de produtos, entrada ou saída de dinheiro etc. “É interessante ter uma planilha para a sua empresa e para os seus gastos pessoais, assim, evitando que as duas contas se misturem”, sugere.

Reserva financeira salva na hora do aperto

Em momentos de crise financeira, seja pessoal ou do negócio, sabemos que é bem tentador tirar dinheiro do próprio bolso para pagar as  dívidas; ou emprestar dinheiro do capital de giro da empresa para debitar os créditos pessoais.

Por isso, é essencial ter um dinheiro para emergências, para evitar essa tentação. “Nos momentos em que há um faturamento maior em seu negócio, lembre-se de guardar dinheiro para o seu capital, e também se dê uma bonificação no seu pró-labore”, ensina.

Informação nunca  é demais

Por fim, uma das formas de saber sobre como andam as nuances do mercado financeiro, é fundamental manter-se informado. “Leia os jornais, sites e outros portais de economia confiáveis para preparar o seu negócio para as mudanças que estão por vir, sejam elas boas ou ruins”, afirma.

Card garante facilidades e oportunidade renda aos negócios

Com a maquininha ou o aplicativo CardMais é possível oferecer aos clientes opções de pagamentos no débito, crédito, PIX e dinheiro, além de facilitar a quitação de boletos e também é possível fazer depósitos, recarga de celular, cartão de transporte e mais benefícios.

“No aplicativo CardMais o empreendedor pode acompanhar todo histórico de transações e vendas com a Card, além de muitas outras funções. O app está disponível para download nas lojas de aplicativo App Store e Play Store”, informa Thales.

Sobre a CARD
A CARD está há mais de 20 anos no mercado. Atua em parceria com diversas empresas de todo o País com a missão de proporcionar as melhores soluções de Telecom, pagamentos, recargas e outros serviços.

Autora:

Nathalie

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Patrocínio