22.8 C
São Paulo
sábado, 9 de março de 2024

Venda de sorvete tem pico de 25% na Grande São Paulo, entenda

Descubra os fatores que impulsionaram o consumo de sorvete na capital paulista.

O verão começou oficialmente no dia 22 de dezembro de 2023, mas as ondas de calor chegaram muito antes!

Com temperaturas histórias em todo o Brasil, os termômetros se elevaram, impulsionando não apenas a busca por sombras e banhos refrescantes, mas também movimentando significativamente o comércio da chamada “cesta de verão”. Produtos como sorvetes, gelo, cervejas geladas, bronzeadores e isotônicos tornaram-se protagonistas nesse cenário, experimentando um aumento expressivo nas vendas.

Ainda em novembro, nos dias 11 e 12, a Grande São Paulo testemunhou um fenômeno interessante no setor. De acordo com uma pesquisa conduzida pela Scanntech, o faturamento do segmento registrou um crescimento notável de 19,15%. Dentre esses itens, o sorvete de massa se destacou, apresentando um aumento de 19,5% no interior, enquanto na Grande São Paulo o incremento atingiu surpreendentes 25,2%.

Veja quando ocorrem as oscilações de consumo da sobremesa gelada no país e quais fatores influenciam nesse consumo.

Quando ocorrem as maiores variações no consumo de sorvete no país?

As maiores variações no consumo de sorvete no Brasil geralmente ocorrem em períodos de altas temperaturas, associadas a ondas de calor intensas. As estações mais quentes do ano, primavera e verão, são naturalmente os momentos em que a demanda por sorvetes atinge seu pico. 

Porém, eventos climáticos extremos, como ondas de calor históricas ou temperaturas acima da média para determinada época, podem potencializar ainda mais esse aumento na procura.

Além das condições climáticas, datas específicas e eventos sazonais também exercem grande influência nas variações do consumo de sorvete. Festas tradicionais, feriados prolongados, festivais de verão e atividades ao ar livre tendem a impulsionar a busca por produtos gelados, consolidando esses momentos como oportunidades estratégicas para o setor de sorvetes.

Por conta disso, é possível dizer que o padrão de consumo está intrinsecamente ligado às condições climáticas predominantes e aos eventos que motivam as pessoas a buscar maneiras refrescantes de aproveitar esses momentos, tornando o sorvete uma escolha popular durante períodos quentes e festivos.

Onde se consome mais sorvete no Brasil?

No Brasil, o consumo de sorvetes é disseminado por todo o país, mas algumas regiões podem se destacar pelo hábito mais acentuado. 

As regiões Sul e Sudeste, por exemplo, costumam apresentar um consumo per capita maior em comparação com as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Isso está associado a fatores como a presença de uma tradição cultural mais forte em algumas localidades, bem como a maior variedade de sorveterias.

Produção de sorvete

Quanto à produção de sorvetes, São Paulo se destaca como um dos principais polos do país. O estado concentra diversas indústrias e fabricantes de sorvetes, contribuindo significativamente para a produção nacional. 

No entanto, é importante notar que a produção de sorvetes é diversificada e ocorre em vários estados brasileiros, refletindo a demanda em diferentes regiões e atendendo a preferências locais.

É sempre importante lembrar que o mercado de sorvetes no Brasil é dinâmico e está em constante crescimento, com novos sabores e formatos sendo introduzidos regularmente para atender às demandas do consumidor. Portanto, embora algumas regiões possam ter maior destaque em termos de consumo e produção, o mercado de sorvetes é amplamente distribuído e acessível em todo o país.

Onde estão localizadas as principais fábricas, lojas e feiras de sorvete no Brasil?

As principais fábricas, lojas e feiras de sorvete no Brasil estão distribuídas por diversas regiões do país. Algumas das localidades mais relevantes incluem:

  1. São Paulo (Capital e Interior): São Paulo é um importante centro de produção e consumo de sorvetes. Na capital, encontram-se várias fábricas e lojas especializadas. Além disso, as cidades do interior também podem abrigar unidades de produção.
  2. Minas Gerais: o estado de Minas Gerais também é conhecido por sua presença significativa na indústria de sorvetes, com várias fábricas e lojas espalhadas por diversas cidades.
  3. Rio de Janeiro: a cidade do Rio de Janeiro, assim como o estado em geral, possui uma forte cultura de consumo de sorvetes. É possível encontrar diversas sorveterias e pontos de venda na região.
  4. Santa Catarina e Rio Grande do Sul: os estados do Sul do Brasil têm uma tradição consolidada na produção de sorvetes. Cidades como Florianópolis e Porto Alegre são conhecidas por suas sorveterias renomadas.

Feiras e eventos

Feiras de alimentos e eventos gastronômicos em todo o país, costumam destacar a diversidade do setor de sorvetes. Grandes centros urbanos e capitais estaduais são locais comuns para a realização desses eventos.

Além disso, em áreas turísticas, especialmente em destinos de praia e montanha, é comum encontrar diversas opções de sorveterias para atender os visitantes.

Vale lembrar que a distribuição geográfica pode variar ao longo do tempo, e novos estabelecimentos podem surgir em diferentes regiões em resposta às demandas do mercado. 

Quais as projeções da indústria do sorvete para 2024? 

O setor de sorvetes está profundamente influenciado pelas tendências de consumo e pela busca incessante dos clientes por experiências inovadoras. E com as ondas de calor que ainda devem ocorrer em 2024, as 11 tendências abaixo podem ter potencial para moldar o cenário da indústria do sorvete neste ano:

  1. Sabores inovadores: a procura por combinações de sabores únicas e criativas continuará expandindo, com sorveterias experimentando misturas inusitadas, ingredientes regionais e influências globais.
  2. Opções saudáveis: a demanda por alternativas mais saudáveis, como sorvetes com baixo teor de açúcar, sem lactose, veganos e à base de ingredientes naturais, deverá crescer significativamente.
  3. Sorvetes funcionais: produtos com ingredientes funcionais, como probióticos, colágeno e antioxidantes, podem ganhar popularidade à medida que os consumidores buscam benefícios adicionais para a saúde.
  4. Sustentabilidade: a conscientização ambiental impacta as escolhas dos consumidores, tornando práticas sustentáveis, como embalagens ecológicas e ingredientes locais e orgânicos, atrativas para uma clientela mais consciente.
  5. Customização: a personalização continuará como uma tendência crucial, com sorveterias que permitem aos clientes escolherem ingredientes e coberturas, criando sorvetes exclusivos e conquistando uma base de clientes fiéis.
  6. Sabores temáticos e sazonais: a criação de sorvetes sazonais e temáticos para comemorar feriados e eventos especiais será uma estratégia para atrair clientes em busca de experiências únicas.
  7. Produtos à base de plantas: a popularidade dos sorvetes à base de plantas, como aqueles feitos com leite de amêndoas, soja ou coco, continuará a crescer, atendendo à crescente demanda por opções veganas.
  8. Automação e tecnologia: a automação poderá ser utilizada para aprimorar a eficiência na produção de sorvetes e otimizar a gestão de pedidos. Aplicativos de pedidos online e programas de fidelidade também aprimorarão a experiência do cliente.
  9. Experiência do cliente: além dos produtos saborosos, investir em ambientes atraentes e atendimento excepcional será crucial para criar uma atmosfera agradável.
  10. Marketing nas redes sociais: a presença robusta nas redes sociais, juntamente com a criação de conteúdo visualmente atrativo, será vital para atrair e envolver os clientes, especialmente os mais jovens.
  11. Colaborações e parcerias: alianças estratégicas com outras empresas, como restaurantes e cafeterias, podem ampliar a oferta de produtos e atrair novos públicos.

Essas tendências podem variar de acordo com a localização geográfica e o público-alvo de cada sorveteria. Por conta disso, é importante estar atento às preferências dos clientes e disposto a se adaptar às mudanças, uma vez que são aspectos fundamentais para o sucesso no dinâmico mercado de sorvetes!

Autor:

Allan Santana

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Patrocínio