25.1 C
São Paulo
sábado, 9 de março de 2024

65% das Indtechs acreditam que as tecnologias nas indústrias precisam estar a serviço das pessoas 

Promovido pela startup de gestão de inovação AEVO, em parceria com o SENAI–SP e a Timenow, relatório foi respondido por 68 startups que estão mudando a indústria brasileira

O Report Indústria 5.0: desafios, tecnologias e Inovação Aberta, desenvolvido em parceria pela empresa líder em gestão de inovação AEVO, o SENAI-SP e a Timenow, explora as características da chamada Indústria 5.0 e como o ecossistema industrial brasileiro encara esse movimento.

O levantamento inédito no país foi realizado entre os meses de março a junho de 2023, com  68 Indtechs, empresas de tecnologia que oferecem soluções para transformar operações produtivas tradicionais em espaços inteligentes e conectados. Mais de 60% das startups possuem mais de 5 anos de maturidade e cerca de 61% das operações estão concentradas no Sudeste, seguida por Sul (25%), Nordeste (10%) e Centro-Oeste (4%). 

“O movimento da Indústria é entendido como uma evolução natural da 4.0, já que a Transformação Digital, essência da fase anterior, passa por uma mudança de prisma ao colocar as pessoas, e seu bem-estar, no centro do processo produtivo. As novas tecnologias são utilizadas para impulsionar as características intrinsecamente humanas como a criatividade e a capacidade cognitiva única, que não são elementos reproduzíveis por tecnologias”, avalia Luís Felipe Carvalho, CEO na AEVO.

O levantamento revelou que 65% das Indtechs acreditam que as tecnologias nas indústrias precisam estar a serviço das pessoas, para que elas possam desempenhar papel central na produção, com mais eficiência. Enquanto que para 19%, algumas pessoas devem estar presentes no processo produtivo das indústrias, mas o foco deve ser a automação. 

Quando questionadas sobre como as soluções das startups devem contribuir para a geração de sustentabilidade nas grandes indústrias, 50,6% acreditam que toda startup deve buscar promoção da sustentabilidade por meio do produto, logo na ideação. “Na Indústria 5.0, o foco não deve ser somente a redução dos impactos negativos, mas sim concentrar maiores esforços em trazer impacto positivo ao meio ambiente”, consta no report. Para 32,3% das empresas, ser sustentável é papel de todos, e cada empresa deve entender como tornar a operação mais alinhada aos conceitos de proteção ao meio ambiente

Ao serem perguntados sobre ter um produto personalizado  para diferentes realidades e desafios das grandes indústrias, 47% dos entrevistados responderam que possuem um produto totalmente personalizado para diferentes realidades. Por outro lado, 4% afirmou que apesar de não ter um produto não personalizável, o produto atende a diferentes realidades. 

Para encerrar, o relatório buscou entender o uso da tecnologia na indústria, cerca de 68% das indtechs consultadas dizem ter IA como uma das características do produto, seguido por 56% que tem aplicado IoT.

O relatório completo pode ser acessado de forma gratuita. Veja aqui

Sobre a AEVO
A AEVO é uma startup de gestão da inovação e estratégia, que ajuda a quebrar as barreiras que impedem os colaboradores de inovarem diariamente nas empresas. A AEVO oferece soluções em nuvem que viabilizam o Intraempreendedorismo, a Inovação Aberta e o Gerenciamento dessas iniciativas nas organizações. Em 2022, a empresa foi selecionada para o programa Scale-Up Endeavor e escolhida como uma das Startups mais promissoras do Brasil, no ranking 100 Startups to Watch.

Autora:

Luana Moraes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Patrocínio