28.3 C
São Paulo
sábado, 24 de fevereiro de 2024

Tecnologia para integração de sistemas acelera projetos Open Health e Saúde 5.0

Instituições médicas podem automatizar o fluxo de informações dos prontuários médicos, exames e resultados de procedimentos, além de toda a infraestrutura do backoffice 

Magic Software, fornecedora de plataformas de aplicações, anuncia a capacidade de sua plataforma de integração Magic xpi para acelerar projetos Open Health rumo à Saúde 5.0, facilitando o barramento entre aplicações e sistemas para a consolidação das informações de pacientes e do backoffice das instituições médicas através da entrega contínua da qualidade dos dados para a eficiência do ecossistema tecnológico deste segmento.

O Open Health é a movimentação das entidades de Saúde para possibilitar que os dados de saúde, incluindo os prontuários médicos, exames e resultados de procedimentos, sejam compartilhados de maneira segura e eficiente entre diferentes participantes do sistema de saúde: hospitais, clínicas, laboratórios, operadoras de planos de saúde e profissionais da área. 

A Saúde 5.0 é caracterizada pela incorporação de tecnologias emergentes, como inteligência artificial, robótica, big data, internet das coisas (IoT) e outras inovações digitais na prestação de cuidados de saúde, com a finalidade de garantir a coleta, análise e processamento de dados em tempo real, possibilitando diagnóstico médicos precoce e mais preciso e promover o tratamento e prevenção eficientes dos pacientes.

Os benefícios da integração de sistemas na Saúde 

Ao integrar os sistemas e automatizar o fluxo de informações, as instituições médicas fortalecem o aproveitamento dos Sistemas de Administração de Pacientes (PAS), Sistemas de Gestão Eletrônica de Consultórios (EPM) e Sistemas de Informações Laboratoriais (LIS). Ao entregar informações sempre atualizadas e em tempo real, conseguem garantir um prontuário digital sempre atualizado e evitam novos exames ou procedimentos desnecessários.

Segundo Rodney Repullo, CEO da Magic Software Brasil, com a comunicação correta entre as aplicações proporcionada pela interação, “é possível reforçar as melhores práticas nos processos de coleta, tratamento e manuseio de dados de acordo com a privacidade dos dados e em concordância com as normas regulatórias do segmento”.


Compatibilidade com tecnologias emergentes 

A plataforma Magic xpi também pode coletar dados de diferentes tecnologias emergentes, como Inteligência Artificial (IA), Internet das coisas (IoT) e wearables (dispositivos vestíveis usados pelos pacientes) e a integração também permite que as instituições de saúde possam atender aos padrões regulatórios do setor e à rígidas certificações profissionais, entre elas EMRAM (Electronic Medical Record Adoption Model), HL7 (Health Level 7) e HIPAA (Health Insurance Portability and Accountability Act).

“A integração de sistemas é uma excelente prática e essencial para as instituições médicas que desejam acelerar seus projetos de Open Health e Saúde 5.0. A plataforma Magic xpi oferece uma solução abrangente e flexível para atender às necessidades desses projetos, garantindo segurança, privacidade e compatibilidade com tecnologias emergentes”, finaliza Repullo.

Autor:

Wilians Geminiano

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Patrocínio