21.5 C
São Paulo
domingo, 25 de fevereiro de 2024

AFRAC se manifesta contrária à proibição do trabalho aos domingos e feriados

A AFRAC – Associação Brasileira de Tecnologia para o Comércio e Serviços, se manifesta contrária à revogação da Portaria 671 (11/11/21), ocorrida nesta semana, por entender que existem ferramentas tecnológicas modernas e confiáveis em que se monitora o risco da jornada de trabalho. Por isso, não se faz necessária a anulação.

Segundo Paulo Eduardo Guimarães (Peguim), presidente da AFRAC, essa é uma medida extrema que vai contra a geração de novos empregos e a economia. “Para nós da AFRAC, que somos fornecedores de tecnologia para o varejo, temos como oferecer diversas ferramentas confiáveis de check-in. São dispositivos remotos, seguros e acessíveis, que comprovam a jornada de trabalho até pelo celular”.

A portaria autorizava o trabalho aos domingos e feriados em diversos setores do comércio varejista, desde que houvesse acordo entre patrões e empregados por meio de compensação em folgas ou pagamento em dobro. Agora isso só será possível se houver um acordo entre os sindicatos patronais e trabalhistas.

“Essa medida é um retrocesso para a economia, a população e o crescimento do país. Não haverá mais farmácias, shoppings, lojas, supermercados, entre outros tantos tipos de comércio varejista em funcionamento aos domingos e feriados. Contamos com o apoio de outras entidades do setor para que essa portaria seja derrubada o quanto antes, já que estamos nos aproximando das duas mais importantes datas do varejo no país – Black Friday e Natal, que vem tentando se recuperar desde o ano passado, no pós-pandemia”, completa o executivo.

Sobre a AFRAC     
Fundada em 1987, a AFRAC – Associação Brasileira de Tecnologia para o Comércio e Serviços representa 90% de toda a cadeia produtiva do setor, incluindo entre seus associados os fabricantes de equipamentos de automação comercial, empresas de software, fabricantes de periféricos, distribuidores e revendas, meios de pagamentos, empresas de suprimentos do segmento de papel e de coleta automática de dados e rádio frequência (AIDC/RFID), além de varejistas e demais canais de distribuição. Mais de 84% das transações B2C e 92% de transações de pagamento passam de alguma forma pelas soluções da AFRAC.

Autora:

Júlia Agnes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Patrocínio