17.9 C
São Paulo
quinta-feira, 18 de abril de 2024

O que fazer para o celular não descarregar tão rápido?

Se você já se perguntou por que seu celular parece descarregar tão rápido, este artigo é para você. 

Hoje, vamos resolver essa dúvida na qual tem tantos usuários fazendo pesquisas e querem saber o que fazer para que o celular não descarregue tão rapidamente. Além disso, abordaremos questões relacionadas a carregar o celular durante a noite e identificar os aplicativos que mais consomem bateria.

Se você ainda não sabe como fazer o celular descarregar devagar leia tudo.

O que fazer para o celular não descarregar tão rápido?

Você provavelmente já passou por essa situação: você sai de casa com 100% de carga na bateria do seu celular, e em algumas horas, parece que ele está prestes a desligar. Mas fiquem tranquilos, existem várias maneiras de prolongar a vida útil da bateria do seu smartphone.

1. Identifique os aplicativos que mais consomem bateria

Se você deseja economizar bateria, a primeira coisa a fazer é descobrir quais aplicativos estão sugando a energia do seu celular. Para fazer isso, vá para as configurações do seu dispositivo e acesse a seção de consumo de bateria. Lá, você verá uma lista dos aplicativos que mais consomem energia. Desinstale ou limite o uso dos que você não precisa com frequência.

Redes Sociais: Aplicativos como Facebook, Instagram, Snapchat e Twitter costumam ser pesados em termos de uso de energia devido à atualização constante do feed de notícias e das notificações em tempo real.

Navegadores da Web: Usar navegadores da web intensivamente, especialmente para streaming de vídeo e jogos online, pode consumir muita energia.

Aplicativos de Streaming de Vídeo: Aplicativos como Netflix, YouTube e Amazon Prime Video consomem bastante energia, principalmente ao transmitir conteúdo de alta qualidade.

Jogos: Jogos móveis com gráficos avançados e recursos em tempo real podem ser muito intensivos em termos de energia.

Aplicativos de Mapas: Aplicativos de mapas, como o Google Maps e o Waze, usam GPS, que é um grande consumidor de energia.

Aplicativos de Comunicação por Vídeo: Aplicativos como Zoom, Skype e FaceTime podem usar muita energia durante chamadas de vídeo.

Aplicativos de Câmera: O uso prolongado da câmera do celular, especialmente ao gravar vídeos em alta resolução, pode ser muito exigente em termos de energia.

Aplicativos de Música em Streaming: Aplicativos como Spotify, Apple Music e Pandora, especialmente em reprodução contínua, podem consumir energia.

Aplicativos de Email: Aplicativos de email configurados para sincronizar constantemente as mensagens podem usar energia significativa.

Aplicativos de Clima: Aplicativos que atualizam o clima regularmente podem consumir energia, pois usam a localização do dispositivo para fornecer informações precisas.

Aplicativos de Fitness e Saúde: Aplicativos que monitoram a atividade física e a frequência cardíaca podem consumir energia, especialmente durante o rastreamento em tempo real.

Aplicativos de Notícias e RSS: Aplicativos de notícias que atualizam regularmente o conteúdo podem ser pesados em termos de energia.

Aplicativos de Backup em Nuvem: Aplicativos que fazem backup automático de fotos e vídeos em nuvem podem consumir energia ao fazer uploads constantes.

Aplicativos de Widgets: Widgets ativos na tela inicial que atualizam regularmente informações, como previsão do tempo, também podem consumir energia.

Aplicativos de VoIP: Aplicativos de chamada pela Internet, como WhatsApp, Skype e Viber, podem usar energia durante chamadas e mensagens de voz.

Aplicativos de Jogos em Segundo Plano: Alguns jogos continuam rodando em segundo plano mesmo quando não estão em uso, consumindo energia.

Aplicativos de Edição de Vídeo e Foto: Aplicativos de edição de mídia, como o Adobe Premiere Rush ou o Adobe Lightroom, podem ser intensivos em energia.

Aplicativos de Transmissão ao Vivo: Aplicativos de transmissão ao vivo, como o Twitch, podem usar muita energia ao transmitir vídeo ao vivo.

Aplicativos de Compras: Aplicativos de compras online, como o Amazon Shopping, podem consumir energia ao carregar imagens e atualizar preços constantemente.

Aplicativos de Gerenciamento de Tarefas: Aplicativos de lista de tarefas que sincronizam entre dispositivos e atualizam em tempo real podem usar energia, especialmente se estiverem constantemente conectados à internet.

Lembre-se de que, embora esses aplicativos possam consumir mais energia, você pode controlar o consumo de energia do seu celular ajustando as configurações de notificações, desabilitando a atualização em segundo plano para aplicativos não essenciais e reduzindo o brilho da tela, entre outras medidas.

2. Evite carregar seu celular durante a noite

Muitas pessoas têm o hábito de deixar o celular carregando durante a noite. Embora isso possa ser conveniente, não é a melhor prática para a saúde da bateria. O excesso de carga pode causar desgaste prematuro. Portanto, é aconselhável desconectar o carregador quando a bateria estiver totalmente carregada.

3. Escolha o momento certo para carregar

Além de evitar carregar durante a noite, é importante escolher o momento certo para carregar o celular. O ideal é manter a bateria entre 20% e 80% de carga. Evite deixar a bateria descarregar completamente e também evite mantê-la constantemente em 100%.

4. Utilize modos de economia de energia

A maioria dos smartphones possui modos de economia de energia que reduzem o consumo de bateria ao limitar certas funções do dispositivo. Ative esses modos quando estiver com pouca bateria para prolongar o tempo de uso.

5. Atualize seus aplicativos e sistema operacional

Manter seus aplicativos e sistema operacional atualizados pode melhorar a eficiência do uso de energia. As atualizações frequentemente incluem otimizações que ajudam a economizar bateria.

6. Aqueles mitos sobre fechar aplicativos em segundo plano

Há um mito comum de que fechar aplicativos em segundo plano economiza bateria. No entanto, isso geralmente não é verdade, especialmente em smartphones modernos. Os sistemas operacionais são projetados para gerenciar aplicativos em segundo plano de forma eficiente, e fechá-los pode até piorar o consumo de bateria, pois o sistema precisará reiniciar esses aplicativos quando você os abrir novamente.

Dicas adicionais sobre o que fazer para o celular não descarregar tão rápido

Reduza o brilho da tela: Diminuir o brilho da tela pode economizar consideravelmente a energia da bateria.

Desative notificações desnecessárias: Notificações frequentes de aplicativos podem acordar constantemente o seu celular, consumindo energia.

Mantenha seu sistema atualizado: Atualizações de software frequentes podem incluir melhorias na eficiência energética.

Use o modo de economia de energia: A maioria dos smartphones possui um modo de economia de energia que reduz o consumo de energia ao mínimo.

Lembre-se, a chave para manter seu celular carregado por mais tempo está em adotar bons hábitos e usar estratégias inteligentes. Evite sobrecarregar a bateria, identifique os aplicativos problemáticos e siga nossas dicas para desfrutar de um smartphone com uma vida útil de bateria estendida.

Não se esqueça de compartilhar este artigo com suas amigas(os) para que todas possam aproveitar ao máximo seus smartphones sem se preocupar com a bateria acabando tão rapidamente. E continue acompanhando para mais dicas úteis!

Imagem: Tyler Lastovich

Jorsiley Porfirio
Jorsiley Porfirio
Profissional de SEO e comunicação. Amante do mundo jornalístico onde é criador de conteúdo e releases sobre diversos assuntos e notícias .

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Patrocínio