14.2 C
São Paulo
segunda-feira, 8 de julho de 2024

FREELAS: inovação para conectar mulheres criativas e empresas

Hub lança moeda, que oferece benefícios e fortalece rede de empregabilidade e desenvolvimento

O FREELAS Conecta bebe na fonte do fator inovação do mercado de trabalho e vai além. E a partir de 6 de junho, os parceiros da plataforma, que faz a conexão entre empresas e mulheres criativas para vagas freelancer e contratações efetivas, vão contar com mais uma vantagem: bonificações para todas as ações positivas realizadas. Para isso, foi criada a moeda Freeda. Agora, sempre que as profissionais cadastradas compartilharem seu conhecimento, indicarem outras freelas e clientes, contratarem outras mulheres ou executarem ações que apoiem a rede, elas passam a acumular moedas para acessar benefícios no FREELAS.

Com a nova moeda, as profissionais poderão contratar com desconto, ter isenção na taxa de intermediação, participar de formações exclusivas e muito mais! Quanto mais ela apoia a rede, mais a rede a apoia, formando uma cadeia de benefícios mútuos.

O objetivo é fortalecer a rede e garantir para os clientes profissionais cada vez mais capacitadas, comprometidas com o resultado, além de uma base de talentos cada vez maior e sempre atualizada.

“A empresa acredita no poder transformador da colaboração como ferramenta de desenvolvimento individual, social e econômico. Estimulando práticas como essas, fazemos com que as profissionais contribuam não só com a rede, mas sobretudo umas com as outras, além de disseminar valores basilares para o FREELAS”, afirma Sophia Prado, CEO e fundadora do FREELAS Conecta, sublinhando o conceito de economia colaborativa, cuja ideia é demonstrar que existem outros recursos que são tão valiosos quanto o dinheiro, como o tempo, o conhecimento e as relações. “Ao contrário de um programa comum de pontuações, em que apenas ações que interessam ao negócio são bonificadas, nós também pontuamos comportamentos que visem o desenvolvimento da própria profissional ou de alguma outra mulher da rede. Isso é o mais revolucionário dessa iniciativa”, complementou.

Para incentivar essa dinâmica, o FREELAS Conecta lança uma promoção: a partir do dia 6 de junho até o dia 30 de junho, todas as novas profissionais cadastradas entrarão na plataforma com 50 Freedas e as profissionais antigas que indicarem novas parceiras ganharão 50 Freedas como recompensa.

Mais sobre FREELAS Conecta:

O FREELAS Conecta é o único hub da América Latina que fomenta a equidade de gênero conectando marcas inovadoras a mulheres criativas. O seu modelo de negócios, que mescla elementos de marketplace com comunidade, é o que o diferencia de outros negócios atualmente disponíveis no mercado que atuam nesse segmento.

Depois de participar de 10 programas de aceleração, entre os mais renomados do país e acumular mais de 6 prêmios de inovação, o negócio é finalista de uma das maiores competições de startups do país, o Sebrae Like a Boss. Com mais de 700 profissionais ativas, todas previamente avaliadas, e uma robusta carteira de clientes com empresas como Rede Globo, Petrobras, Play9 e Cultura Inglesa, a startup se prepara para dar mais um salto rumo ao sucesso: a internacionalização.

A plataforma surgiu para otimizar processos de empresas que buscam contratar serviços e projetos criativos e que estão olhando para a bandeira da diversidade e inclusão, a qual tem se mostrado fundamental para que as empresas inovem e alcancem melhores resultados.

Através de um único fornecedor, o FREELAS Conecta, as empresas conseguem encontrar e contratar, por exemplo, profissionais de programação, design, marketing e edição, unificando múltiplas contratações em um único contato e faturamento.

O FREELAS Conecta oferece, então, um ambiente virtual para contratar e gerir talentos com agilidade, proporcionando para seus clientes posicionamento de marca com responsabilidade social. Isso porque além de transformar um recurso que já seria utilizado com a contratação em uma ação ESG, a startup oferece selos e mensuração de impacto automatizada para seus clientes.

As freelancers podem se cadastrar na plataforma de forma gratuita e oferecer seus serviços. Já as empresas, podem fazer contratações por projeto ou no modelo de assinatura.

Fotos: Divulgação

Autora:

Claudia Mastrange

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Patrocínio