20.9 C
São Paulo
quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024

QUEM TENTOU ADIVINHAR TEVE QUE SE EXPLICAR!


Daquele dia e hora, porém, ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, senão só o Pai” (Mateus 24:36).

O interesse e a curiosidade em saber o amanhã (futuro) sempre fez parte do coração humano. O termo: “Apocalipse” assumiu um direcionamento hermenêutico, diferente do gênero literário característico do “Apocalipsismo”. Durante muito tempo, os escritos apocalípticos foram tratados como: fantasiosos, esotéricos de difícil compreensão. Apenas, no Século XX, a Apocalíptica e o Apocalipsismo tiveram sua importância intensificadas.

Telles
Telles
O autor é Mestrando em Educação. Bacharel em Teologia. Licenciado em: Pedagogia, Filosofia, História. Especialista em: Teologia Bíblica. Ciências da Religião. Neuropsicopedagogia. Orientação Educacional. Psicopedagogia. e cursando: Especialização em Gestão Educacional e Licenciatura em Letras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

O Mundo Precisa “Chorar”.

O “EU” DIVIDIDO.

Patrocínio