18.6 C
São Paulo
terça-feira, 9 de agosto de 2022

Nostalgia: imprimindo fotos

A maioria absoluta das pessoas usa smartphones para fazer fotos.

Mais tarde, poucas dessas fotos acabam sendo impressas, quase sempre em empresas especializadas – curiosamente, entre nós essa impressão é chamada “revelação”, nome emprestado do sistema antigamente usado para colocar no papel as fotos que eram capturadas por câmeras.

Agora, a Polaroid, que se tornou famosa por suas câmeras que imprimiam as fotos imediatamente após serem feitas, lança a Hi-Print, uma impressora portátil que pode colocar no papel fotos feitas por smartphones.

As fotos são transmitidas do smartphone para a impressora via Bluetooth e são impressas em tamanho próximo ao de um cartão de crédito; retirando-se uma proteção do verso, as fotos tornam-se adesivas.     

Há um aplicativo que pode ser usado para adicionar texto, emoticons e molduras coloridas à foto, permitindo também ajustar as cores e a exposição.

A Hi-Print custa cerca de US$ 80 e o kit de impressão para 20 fotos, que compreende a tinta e o papel, custa cerca de US$ 17; no Brasil, esses custos praticamente triplicam.

É um brinquedo interessante, com um toque de nostalgia.

 Autor:

Vivaldo José Breternitz, Doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo, é professor, consultor e diretor do Fórum Brasileiro de Internet das Coisas

Deixe uma resposta

Leia mais

Patrocínio