15 C
São Paulo
sexta-feira, 1 de julho de 2022

O que é literatura?

 Tentarei definir a literatura de uma forma mais objetiva e poética. Pois a pergunta é bastante difícil de responder, pois existem inúmeras respostas. E não se trata daquelas respostas objetivas e nem tampouco verdadeiras. Pois cada um se manifesta com sua resposta definida de acordo com sua visão.

 Afinal, a literatura tem sido desde Platão, uma manifestação universal de todos os tipos de manifesto. Não existe nenhum ser humano que possa viver sem ela, isto é, sem a probabilidade de estar conectado com algo ligado a literatura. Assim, como conversamos com nossos pais, irmãos, filhos, vizinhos e amigos durante nosso cotidiano, não existe ninguém que consiga passar a sua vida sem algum momento com a literatura. A leitura, a conversa do dia a dia com as pessoas leva- nos a se assegurar do analfabetismo e das palavras “chucras”, independente da nossa cultura. A ética, o bom senso e o português correto deve se fazer presente, e só com a literatura que isso é capaz.

 A literatura nem sempre tem sido tão praticada até 2019, isto é, quem utilizava ela até 3 anos atrás, não tinha um objetivo com sua linguagem. Pesquisas mostram que no final do ano de 2019, começo de 2020, quando a pandemia, causada pelo novo coronavírus, assolou o mundo; crianças, jovens, adultos e até idosos criaram conexão com a literatura. Editoras dizem que estão publicando muitos livros desde então, novas autoras e autores estão se descobrindo e se lançando ao mundo dos escritores e poetas. Livrarias estão comercializando mais livros do que revistas e jornais. Isso tudo porque a pandemia fez com que muitos ficassem em isolamento, fazendo com que nós sentíssemos tédio. E a literatura tem sido terapia de muitos, seja qualquer área dela – poemas, crônicas, contos, histórias infantis, suspenses, terror, religião, histórias… e durante essa vigília do isolamento social, muitos perceberam que a literatura em todos os seus tipos e níveis de modalidades, ela está presente em cada um de nós, no sentido que referi acima. Ela se faz presente desde o olhar amoroso de alguém até a atenção flexível em um chocolate que causa vontade ou até mesmo, uma estrofe de alguma poesia de romance.

 Digo, se nenhum ser humano é capaz de se adentrar na literatura e no seu universo, ela no sentido em que eu referi acima parece conceber a uma grande preocupação universal, pois sua necessidade precisa ser desenvolvida e cujo desenvolvimento estabelece e deve estabelecer um direito universal!`

Autor:

 Lucas Dolher

Deixe uma resposta

Leia mais

Patrocínio