20.1 C
São Paulo
quarta-feira, 12 de junho de 2024

Meu mundo azul

O meu mundo azul.
O meu mundo azul, onde o Deus é o criador, e nós as criatura.
O azul entre as estrelas brilhantes e infinitas.
Meu é o mundo e azul, infinito e insondável.
O meu mundo azul, coberto de sonhos e realizações.
O azul que me da esperança entre as estrelas brilhantes do céu.
Sou deste mundo azul que envolve e desenvolve as pessoas.
Vagueio neste mundo azul infinito, que encobre os meus pensamentos pequenos.
Meu é o azul deste mundo em que eu e você pertencemos
Branco, Negro, Pardo e Indígena.
Somos todos deste mundo azul.
Este mundo azul onde há luz, e esperança para todos.
O meu mundo é azul, onde tudo se forma e se transforma.
O meu mundo é azul, onde há amor, carinho
esperança, e igualdade para todos.

Guerra Antonio Fernandes
Guerra Antonio Fernandes
Guerra Antônio Fernandes, é amante da literatura desde muito cedo. Colaborador com artigos, crônica e poesias, no Jornal Tribuna de São Paulo Participante de vários concursos nacionais e internacionais de literatura. Casado e pai de dois filhos, é escritor de romance, poesia, crônica e artigos. Viajou em alguns países do mundo, como Portugal, França, e Alemanha, Holanda, Espanha e Suíça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Vem filho.

O aluno Quinho

Qual é o seu talento?

Angola, eu nunca te esqueci.

Patrocínio