9.6 C
São Paulo
quinta-feira, 19 de maio de 2022

8 cuidados com o uso de tranças

Cuidados específicos com as tranças afros são essenciais para a estética do penteado, mas também para a saúde capilar. Veja quais são eles e como evitar a queda de cabelo

O verão é uma época favorável para variar os penteados. As tranças africanas, também chamadas de box braids, vêm sendo cada vez mais utilizadas.

Como qualquer penteado, as tranças demandam cuidados específicos para garantir os resultados estéticos, mas também preservar a saúde dos cabelos e do couro cabeludo.

Como cuidar das tranças?

É muito comum o desejo de realizar grandes mudanças visuais no começo do ano e com os cabelos tende a ser ainda mais frequente.

Por isso, se dentre as mudanças uma das opções é aderir às tranças sintéticas, é importante avaliar os cuidados necessários previamente garantindo resultados mais satisfatórios com o penteado.

Listamos então algumas dicas práticas para que possa mudar de visual sem comprometer a saúde capilar:

1. Higienização

A limpeza do couro cabeludo é um aspecto fundamental para a manutenção da saúde dos cabelos. No caso das tranças, a higienização pode ocorrer entre uma e duas vezes por semana.

Lavar mais do que isso aumenta o frizz e desgasta o penteado, enquanto intervalos maiores podem causar seborreia e caspa.

Aplique o xampu, preferencialmente sem sulfatos e parabenos, apenas no couro cabeludo e esfregue suavemente, deixando a espuma escorrer no comprimento para higienizar as tranças.

2. Produtos

A escolha dos produtos é um aspecto importante para manutenção adequada de qualquer tipo de cabelo e também influencia na saúde das tranças.

Opte, sempre que possível, por formulações mais leves e naturais. Para redução do frizz próximo à raiz, por exemplo, uma dica é usar óleos naturais.

Os óleos promovem diferentes benefícios ao cabelo funcionando como protetores, hidratantes e emolientes e garantem a nutrição, disciplina e reparação dos fios.

Existem diversas boas opções como óleo de coco, rícino, argan, mirra, canela, cálamo e outros. Além disso, podem ser usados blends de óleos vegetais ou minerais.

3. Hidratação da raiz

A hidratação da raiz capilar é fundamental para promover mais saúde aos fios, garantindo a beleza das tranças e a durabilidade do penteado, ao mesmo tempo em que protege o couro cabeludo.

Para hidratar a raiz a recomendação é usar um spray hidratante que pode já ter essa formulação mais líquida ou ser um creme de pentear sem enxágue diluído em água.

Borrife a solução no couro cabeludo diariamente ou em dias alternados, de acordo com a necessidade do fio, e espalhe com as pontas dos dedos para o comprimento das tranças.

4. Tração

Um fator fundamental quando falamos de tranças afros é garantir que o penteado não cause uma tração demasiada no couro cabeludo, o que pode causar ou agravar quadros de queda de cabelo.

Para evitar essa ocorrência é fundamental que o profissional responsável por fazer as tranças seja qualificado e leve esse aspecto em consideração.

Caso refaça as tranças em casa conforme elas afrouxem também é importante lembrar de não tracionar demais a raiz capilar evitando danos de longo prazo à saúde dos cabelos.

Outra dica para reduzir a tração no couro cabeludo é evitar penteados como o coque alto com as tranças que, apesar de bonito e prático, pode repuxar mais a raiz. Portanto, use-o com moderação.

5. Manutenção

A manutenção da trança deve ser feita, preferencialmente, por um especialista em intervalos mensais.

Esse cuidado contribui para deixar as tranças esteticamente mais bonitas, pois o profissional acerta aquelas que estão afrouxando e desgastando, mas também cuida do couro cabeludo, avaliando a tração, irritações e até mesmo a hidratação dos fios.

O dia da manutenção das tranças também é um bom momento para investir em tratamentos especializados, como hidratação, nutrição e umectação dos fios.

6. Cuidados à noite

Um dos desafios para quem usa as tranças afros é manter os fios ordenados, principalmente com a tendência ao frizz que faz com que as tranças comecem a afrouxar e perder a definição desejada.

Para reduzir o frizz, aumentar a durabilidade das tranças e garantir um cabelo mais hidratado, a dica é envolver as tranças em um tecido de seda ou cetim antes de dormir.

Outra opção é o uso de fronhas de seda, pois elas reduzem o atrito durante a noite, promovendo fios mais hidratados e ordenados.

7. Alternar penteados

Mesmo para quem adora as tranças, a recomendação é não usar o penteado continuamente, pois, mesmo com todos os cuidados citados anteriormente, esse penteado causa um nível de tração no couro cabeludo que aumenta a tendência de queda de cabelo.

Dessa forma, a recomendação é ficar com as tranças entre um e dois meses, estendendo no máximo por três meses e, em seguida, ficar um período com os fios soltos.

Essa sugestão é importante para preservar a saúde capilar no longo prazo, sendo que depois de um intervalo de descanso, as tranças podem ser refeitas.

8. Especialista em cabelos

Alguns estudos científicos relacionam o uso de tranças à maior tendência de queda de cabelo devido à tração contínua na raiz capilar.

Os cuidados com as tranças reduzem essa ocorrência e são importantes tanto para os aspectos estéticos do cabelo, como para a saúde do couro cabeludo e dos fios.

Entretanto, ainda assim a paciente pode identificar quadros de queda de cabelo e, nesses casos, é fundamental buscar ajuda especializada de um médico especialista em cabelos para diagnóstico e tratamento do quadro.

Autora:

Larissa Gonçalves

Deixe uma resposta

Leia mais