23.5 C
São Paulo
terça-feira, 25 de janeiro de 2022

TIM adota tecnologias avançadas de personalização em aplicativo

Rio de Janeiro 14/1/2022 – Segundo a GSMA, a previsão é que os gastos com publicidade móvel serão mais de US$ 10,5 bilhões até 2023, 75% do desse investimento será em publicidade digital.O aplicativo “Meu TIM” amplia possibilidades de campanha, conectando ações online e offline com experiências mais ricas e atrativas para o usuário, a partir de tecnologias para marketing e publicidade mobile da DigitalReef. Os novos recursos são aposta para ampliação de receitas.

Novas tecnologias de personalização enriquecem a experiência dos clientes das operadoras de telefonia celular e, ao mesmo tempo, aumentam a rentabilidade do negócio. Um novo modelo permite que fornecedores e parceiros possam veicular campanhas publicitárias e realizar ações de marketing com uma variedade maior de opções de entrega de conteúdos e serviços, de acordo com o perfil de cada pessoa.

Com esses objetivos, a TIM se uniu à DigitalReef, empresa global de tecnologias para marketing e publicidade em dispositivos móveis, para a criação de um novo canal no aplicativo “Meu TIM”. Em total conformidade com a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados, o app analisa informações de geolocalização e utilização, por exemplo, para traçar um perfil comportamental mais detalhado que as segmentações utilizadas em larga escala.

A partir da análise dessas informações, é possível sugerir serviços e ofertas com base nas preferências pessoais, de forma mais atrativa, com notificações push exclusivas e mensagens com imagens, vídeos, pesquisas, instalações de aplicativos e outras interações com mídia avançada, diferente do tradicional SMS. Isso significa uma experiência mais rica, menor dispersão e maior engajamento e conversão em aplicativos.

Diversificação de receitas

Em busca de diversificação de receitas, a TIM vem trabalhando para ampliar a quantidade de serviços oferecidos por meio de parcerias e, em paralelo, utilizar a base de usuários como ativo para novos negócios. Desta forma, a operadora alavanca oportunidades ao mesmo tempo que agrega valor para sua base.

“A parceria com a DigitalReef reforça a atuação da TIM em diversas frentes e em estratégias diferenciadas. Nossas iniciativas em mobile marketing priorizam a experiência do cliente, que pode contar com conteúdo e comunicação direcionados”, conta o vice-presidente de Estratégia e Transformação da TIM Brasil, Renato Ciuchini.

A tecnologia fornecida pela DigitalReef envolve SDKs (sigla em inglês para kits de desenvolvimento de software), que integram as aplicações já existentes no app “Meu TIM”. A plataforma da empresa de tecnologia funciona como inventário adicional para o TIM Ads, aumentando as possibilidades de monetização. A parceria permite que a operadora otimize toda a jornada do usuário, conectando eventos online e offline. Desta forma, as campanhas podem ser mais assertivas, com maior relevância.

Plataforma integrada

A DigitalReef também será responsável pela aquisição de novas campanhas e anunciantes. “O foco de nossa plataforma, que é bastante abrangente, é impulsionar os recursos de marketing e publicidade, aprimorando a experiência geral do cliente e maximizando esse canal de vendas”, acrescenta Maurizio Angelone, CEO da DigitalReef.

Sediada em Miami, a DigitalReef (www.DigitalReef.com) nasceu em 2020 a partir da fusão da norte-americana Imagination Unwired com Imox, Flowsense e MobTarget – as duas últimas startups brasileiras. Juntas se consolidaram para consolidar uma plataforma integrada e de grande escala, com foco na implantação de tecnologias de marketing e publicidade mobile de ponta para toda a América Latina.

A empresa conta com mais de 100 colaboradores e já atinge mais de 300 milhões de usuários registrados e 45 milhões de apps instalados, com presença em 10 países, escritórios em alguns dos principais centros urbanos, incluindo São Paulo, Brasília, Cidade do México e Buenos Aires, e penetração em mais de 30 mercados internacionais. 

Mercado mobile

O mercado brasileiro movimenta R$48 bilhões em compra de mídia, sendo 33% direcionados ao digital. O mobile corresponde a 67% dessa fatia, segundo dados do IAB. O celular é o principal meio de acesso à Internet no país (10º mercado do mobile do mundo), onde há atualmente 424 milhões de dispositivos em uso, dos quais 234 milhões são smartphones – uma média surpreendente de 1.6 por habitante.

Os aplicativos movimentaram US$6,3 trilhões globalmente em 2021, segundo o Pew Research Center. O Brasil é o segundo país em crescimento do número de apps, atrás apenas da Indonésia. De acordo com o Panorama Mobile Time/Opinion Box, 9 em cada 10 brasileiros com smartphones já fizeram compras de mercadorias físicas em apps. 80% aumentaram a frequência de suas compras durante a pandemia no ano passado .

A GSMA, organização internacional do mercado mobile, em relatório sobre a economia móvel na América Latina aponta uma previsão de gastos com publicidade móvel superior a US$10,5 bilhões até 2023, sendo responsável por mais de 75% de todos os investimentos com publicidade digital nos próximos anos. Globalmente, projeta-se que as marcas investirão US$405 bilhões até 2023.

Website: https://digitalreef.com

Deixe uma resposta

Leia mais