O passado machuca?

1
325

Inúmeras vezes ouvimos dizer e nós mesmos também já dissemos:

_ Se eu pudesse voltar no tempo faria diferente.

Será que faria mesmo?

Publicidade

Toda ação tem uma reação. O que vivemos em cada momento vai nos despertar uma reação de acordo com as nossas emoções envolvidas, mas é naquele momento, mudar essa reação é impossível, pois aquele momento já passou e não volta mais.

Então por que o passado machuca?

Porque crescer dói, aprender, aceitar, entender ou não, dói, machuca, deixa marcas físicas e psicológicas.

Quando olhamos para trás e revivemos as situações mais drásticas de nossas vidas , elas nos provocam reações como:

_Sofri tanto tempo por isto?

Sinal que o entendimento já ocorreu, a aceitação também.

Ou

_Como consegui passar por tanta coisa?

Sinal que você já descobriu que possui uma força interior muito forte, já consegue entender que consegue superar qualquer obstáculo, pois conseguiu superar o que tanto te doeu.

Situações difíceis, extremas como a morte, essa é só o tempo que nos dará a aceitação ou não. Podemos escolher sofrer por todo o sempre, chorar, blasfemar contra Deus, sentir culpa por achar que não fez tudo que podia ou agradecer o tempo que foi permitido a convivência com este ser que se foi, pode ter sido pouco ou muito tempo, mas foi possível errar e acertar e tentar de novo, então valeu a pena para os dois lados.

Quando são situações que envolveram pessoas difíceis, resultando em mágoas, mortes, vinganças, separações, ódios, essas quando são lembradas devem existir compaixão, aprendizado e entendimento. Ninguém é melhor ou pior que o outro, mas podemos escolher e controlar as nossas reações, respirar e pensar antes de agir, de falar. Agir dessa maneira é muito difícil no calor da emoção, mas vale a pena tentar, se esforçar.

Quando se olha para trás e se revive mentalmente as situações doloridas e nos envergonhamos das nossas atitudes, de como reagimos é sinal que o crescimento interior já foi plantado, agora se ocorrer o contrário, se nos alegramos e continuamos achando que agimos certo ,aí é mais complicado. Não importa quanto tempo faz que o fato ocorreu a reação que temos, agora, quando o revivemos que é o divisor de águas, porque não existe mais o calor do momento, já foi, passou, o que tinha de acontecer já aconteceu, então os sentimentos devem ser de acordo com o que se tem no coração, as falas, ações são detectadas por ele e as consequências devem se ter em mente que nem sempre ocorrem sob nosso controle, podendo ocorrer mortes, sequelas físicas, traumas, prisões,…

O passado machuca, mas ele foi responsável pela moldagem da pessoa que somos hoje, não precisamos voltar no tempo quando nos envergonhamos das nossas atitudes , basta se perguntar:

O que pode ser feito para zerar, melhorar ou pelo menos minimizar o ocorrido? Quero isso ? Por que não faço então?

Podemos agradecer ou maldizer o passado, mas não tem jeito, ele existiu e temos de encará-lo de frente e reavaliar as atitudes tomadas e nos perguntarmos?

Faria diferente mesmo ou continuo pensando e agindo da mesma forma?

Autora:

Teresa Armando Elios da Silva, assistente social e gestora do terceiro setor.

1 COMENTÁRIO

  1. Como mesmo disse, cada ação uma reação, talvez poderíamos voltar e mudar algumas coisas, mas gerariam novas reações, e será que gostaríamos?

Deixe uma resposta