14.6 C
São Paulo
domingo, 26 de junho de 2022

O JOIO E O TRIGO DEVEM CRESCER JUNTOS!

” … o Senhor quer que a gente arranque o joio? _ Não! Respondeu Ele, porque quando vocês forem tirar o joio, poderão arrancar também o trigo deixem o joio e o trigo crescerem juntos até o tempo da colheita”. (Mateus 13:28-30).

Quando duas pessoas se encontram para uma conversa é muito comum, elas comentarem e se questionarem sobre religião. E na maioria das vezes, associam religião, muito mais com aspectos sociais e cotidianos, do que com a espiritualidade e a vida espiritual. Isto se dá, principalmente, pela mensagem que se tem anunciado nos dias presentes um “Outro Evangelho” parecido com o original, mas na maioria das vezes, “Uma cópia falsificada” quando comparada e confrontada, pelo Evangelho anunciado por Cristo. Como consequência de um “Evangelho” que não é o Evangelho, há o surgimento de “Filhos” que não são filhos. Assim como uma infinidade de pessoas e produtos, mais como a égide do consumismo religioso, do que da essência de uma Igreja Transformada e transformadora. Hoje o “Evangelho” mais é usado como um pretexto, muito aquém, de sua principal razão isto é; a apresentação da pessoa e obra de Jesus.

Um problema antigo presente nos dias de hoje é o “Joio” no meio do Trigo.

COMO RESOLVER ESSE PROBLEMA?

Com certeza conviver com pessoas verdadeiramente “salvas” já não é uma tarefa fácil! Agora conviver com “Joio” no meio do trigo é algo muito mais complexo e que exige da parte da Igreja (s) e suas lideranças, um discernimento espiritual muito mais aguçado, e muito mais; quando o joio está na própria liderança.

A grande maioria das pessoas não “conhecem” a sua própria Igreja! Não estou exagerando e nem sendo trágico, mas é um fato real e por vezes, mais comum nos dias de hoje, do que nos dias de Jesus. Se você perguntar apontamentos básicos da Bíblia, a declaração doutrinária da igreja local e principalmente, sua visão Bíblica – Teológico você ficará assustado! Nem me fale, se perguntar sobre o que diz a Bíblia? Há uma ignorância bíblica estarrecedora entre os membros verdadeiros da Igreja de Cristo, e não há de se assustar, se o joio em muitos casos conhecer mais a Bíblia do que você! Como poderá uma Igreja que sequer conhece a Própria Bíblia identificar o joio no meio do trigo?

1 “Examinai ás Escrituras! Ninguém será capaz de identificar e principalmente saberá o que fazer com o joio sem antes saber o que tem feito com ás Escrituras. (João 5:39) “Vós examinais criteriosamente às Escrituras , porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas, que testificam acerca de mim”.

2 Aprenda a distinguir. ” O que é nascido da carne é carne , mas o que nasce do Espírito é espírito”. (João 3:06). Conhecimento sem sabedoria é como “águia sem asas” uma águia limitada parecerá mais com uma galinha do que uma águia. E ter sabedoria é visualizar os horizontes é ir além, muito além; da própria capacidade humana. O que nasceu “da carne” apenas verá às coisas do ponto de vista carnal e humano, o que é “nascido do Espírito” voará longe principalmente quando levado pelas “asas do Espírito” aplicando e conhecendo, sua incomparável e insubstituível sabedoria! Estamos vendo a ciência se multiplicar como dito no Livro de Daniel, contudo; a multiplicação de livros, a conclusão e o aparecimento de cursos, a aquisição de certificados e diplomas, nunca foram sinônimos de sabedoria. Conhecimento poderá te conduzir à sabedoria, conquanto, este conhecimento for regado pela água do Espírito. Distinguir o joio do trigo, ás vezes poderá ser fácil, mas saber como agir poderá ser complexo.

3 Compreenda: “Há o tempo de Plantar e arrancar o que se Plantou”
2Há o tempo de nascer e a época de morrer, tempo de plantar e o tempo de arrancar o que se plantou, (Eclesiastes capítulo 3). Ninguém sabe o tempo exato das coisas, muito menos, quando o joio deve ser arrancado? Durante muitos anos de ministério, me deparei com joio em forma de gente, das quais; nunca vi um joio com boas intenções, principalmente, quando o joio muitas vezes se vê plantado, no seio de uma diretoria. Há igrejas que a assembleia para tratativa de assuntos eclesiásticos, quando se chega no item: “Movimento de membros” “Deus se levanta e vai embora!” Tamanhas às faltas de discernimento e sabedoria, de uma boa parte de sua membresia.

QUEM PLANTA E QUEM ARRANCA O JOIO? ” … O Senhor quer que a gente arranque o joio? _ Respondeu Ele, não!”.

Há uma nítida compreensão nas palavras de Jesus! Não! Não não é sim, mas é não! Na Igreja de hoje, a fraqueza do alimento dado muitas vezes, produz um membro raquítico espiritualmente falando. E um membro fraco espiritualmente falando “Apaga” a manifestação do Fruto do Espírito em sua vida, e uma vida apagada, é muito parecida com uma vida na escuridão, ainda que apagar o Espírito como Paulo salienta, não é a mesma coisa de não ter o Espírito. O “Trigo” tem o Espírito, mas um trigo pode também viver parecido com o joio, ainda que seja trigo. “… Não apagueis o fulgor do Espírito” O Espírito pode ser “apagado” mas jamais extinguido!

1 Quem Planta o Joio? Quem o Plantou e Quem Continua Plantando?

… O Senhor semeou sementes boas nas suas terras. De onde será que veio este joio?”. _ ” Foi algum inimigo que fez isso respondeu Ele”. (Mateus 13:27-28). Deus nunca plantou, nem nunca plantará o joio, isto; em razão de sua natureza santa. Contrariamente a isto, o diabo veio para: “roubar, matar e destruir” e uma das suas formas destrutiva é plantando erva ruim no plantio de seu vizinho. Antes de terminarmos este texto falaremos sobre os possíveis joios encontrados na Bíblia!

2 Quem deve arrancá-lo? Esta resposta é complexa por um lado, quando não deixamos a Bíblia dar a última palavra, e simples descomplicada, quando damos vozes ao que Jesus menciona. ” … O Senhor quer que a gente arranque o joio?”. _ “Não! Respondeu Ele”. Infelizmente eu já vi muitos erros serem cometidos neste assunto. Arrancar o joio e aplicar disciplina são coisas muito divergentes, porém; plausíveis de muitos erros. Por que Jesus diria para não arrancar o joio, se Ele mais do que ninguém sabia que o joio é nefasto para o desenvolvimento da Igreja (no caso o trigo?). ” … Deixem o trigo e o joio crescerem juntos até o tempo da colheita”. (Mateus 13:30). É preciso deixar ambos crescerem juntos! Não sou eu quem digo, mas Jesus quem o disse. Se Jesus disse para deixar crescer é real a compreensão lógica, de que não sou eu, nem somos nós que devemos arrancá-lo. Pois, no tempo próprio quem de direito o fará. (Jesus).

EXEMPLOS DE JOIO E DE TRIGO, NA BÍBLIA. (Mateus 7:21-23).

Nem todo aquele que diz a mim: ‘Senhor, Senhor!’ entrará no Reino dos céus, mas somente o que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. 22Muitos dirão a mim naquele dia: ‘Senhor, Senhor! Não temos nós profetizado em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios? E, em teu nome, não realizamos muitos milagres?’ 23Então lhes declararei: Nunca os conheci. Afastai-vos da minha presença, vós que praticais o mal. O sábio e o insensato.

1 Lobos com Cara de Anjos. (Mateus 7:21-23). Infelizmente o maior exemplo de um “Lobo” com cara de Anjo foi Judas, o traidor! E não são poucos os traidores, dentro dos currais das ovelhas. Desde o primeiro Século, onde oficialmente, se tem como o tempo do surgimento da Igreja, o joio tem atravessado o tempo, e para o esfacelamento e enfraquecimento da Igreja tem existido em sua trajetória. Primeiramente vamos separar o joio do trigo, de modo que, o que não é?

2 O Que Não é Joio? Nem todo aquele que cai ou comete deslizes na vida Cristã é joio! A Igreja de Cristo em Corinto é uma demonstração bem clara daquilo que estamos falando. Observe o que Paulo escreveu no capítulo 5. ” …. Agora estão dizendo que há entre vocês uma imoralidade sexual tão grande, que nem mesmo os pagãos seriam capazes de praticar”. “… Fiquei sabendo que certo homem está tendo relações com a própria madrasta”. “… Como é que vocês podem estar tão orgulhosos, pelo contrário; vocês deveriam estar tristes e expulsar do meio de vocês quem está fazendo uma coisa dessas”. “… Entreguem esse homem a satanás para que o seu corpo seja destruído, mas o seu espírito seja salvo no dia do Senhor” ( 1ª aos Coríntios 5:1-5). O contexto em que se situava a Igreja em Corinto era parecido com o nosso, uma cidade extremamente desenvolvida para o seu tempo, uma população etnicamente misturada e uma condição moral, muito contextualizada com a que vivemos hoje. Porém; Paulo usando de sua autoridade comete um erro que ecoa muito, nos meios eclesiásticos de nosso tempo. Isso traz a lume, o fato de que, “não existem super-homens nas lideranças eclesiásticas, e nem sempre, a atitude tomada deveria ser a que deveria ter sido tomada. Isso se nota claramente, diante da atitude tomada por Paulo, em referência a mesma pessoa, em sua segunda carta. Jesus nunca mandou ninguém ser entregue à satanás! Apesar de ter Ele se deparado com casos de semelhante gravidade moral, como aconteceu com a mulher pega em flagrante adultério, onde a Lei de Moisés determinava que tal pessoa fosse morta. Neste caso em que Paulo protagoniza uma atitude extrema, ele manda que o homem seja “entregue à satanás” conquanto, mais tarde; ao mesmo homem é recomendado à Igreja: ” Mas se alguém fez com que alguma pessoa ficasse triste, não fez isso a mim, mas sim, à vocês, ou pelo menos, a alguns de vocês. Escrevo assim para não ser muito duro com este homem, basta o castigo que a maioria já deu a ele, agora vocês devem perdoá-lo e animá-lo, para que ele não fique tão triste , que acabe caindo no desespero por isso peço que façam com que ele tenha certeza de que vocês o amam” (2ª aos Coríntios 2:05-08). É preciso discernir entre disciplinado e joio. Deus disciplina “trigo” (filho) mas nunca joio, mesmo porque, o joio pode estar dentro da Igreja, porém; não são membros do corpo de Cristo. Nos dias de hoje, a atitude de Paulo traria sérios problemas para a Igreja, até mesmo porque, hoje a disciplina envolve o grande risco de represálias. A maioria das lideranças não estão preparadas para disciplina, pois, em grande parte das vezes, a própria liderança precisa ser disciplinada.

DIFERENÇAS ENTRE O TRIGO E O JOIO.

O ” TRIGO” IGREJA VERDADEIRA. O “JOIO” FALSOS CRISTÃOS. Não

salvos.

Col.1:18.Igreja (Cristo seu Cabeça) Diabo. (Deus deste Século) cabeça do corpo do pecado. 2ª Cor. 4.4; 2ª Cor. 5:19.
Rom. 5:12Trigo. (Discípulos de Jesus). Salvos. Igreja nascidos espiritualmente.O Corpo do Pecado. Composto pelos não nascidos de novo. Rom. 6:05.
2ª de Pedro 1:04.Os plantados por Cristo possuem duas naturezas. Natural e espiritual. Os plantados pelo inimigo possuem só a natureza herdada em Adão. João 3:3.
Rom. 5:01O “Trigo” filhos são justificados por Cristo. O Homem sem Cristo é escravo do pecado por ter apenas a natureza humana não consegue se libertar do pecado. Romanos Romanos 6:17.

Para terminar, não cabe a nós arrancar o joio do meio do trigo, pois muito trigo é arrancado como consequência deste tipo de “caça às bruxas” dentro da Igreja. A vida com Deus é muito mais pessoal do que coletiva, e nos dias de hoje; o relacionamento de cada filho com o Pai é que determina, o grau de relacionamento com Deus, pois; os reflexos da vida pessoal reflete na vida em comum, portanto; no tempo próprio o joio será tirado por quem de direito. Pois, Deus é quem me julga e julgará, no tempo próprio.

Telles dos Santos
Telles dos Santos
O autor é formado em Teologia, Filosofia e Pedagogia. Tendo atuado por anos a frente de Igrejas Batistas, além de desenvolver o trabalho de Ensino, em instituições religiosas. Ensino Médio e Fundamental. Com formação em Ciência da Religião, Teologia Bíblica, Neuropsicopedagogia, como também cursa a graduação em História e pós graduação em Orientação Educacional.

Deixe uma resposta

Leia mais

Patrocínio