14.6 C
São Paulo
domingo, 26 de junho de 2022

Desejo & Traição

Ele já era de alguém.

Mas ele não ligava. 

Não sentia que era assim.

Se sentia dono de si. 

E dono do mundo a sua volta.

Decidiu cruzar o muro que o cercava. 

E lá, encontrou um lugar do qual gostava mais.

Um lugar onde podia ser ele mesmo.

Descansar, mimar e ser mimado.

Encontrou quem o amasse, da forma que ele queria.

Mas ainda assim, tinha que voltar para casa.

“Só mais um pouco”, ele pensava. 

E então, ficava. 

Só mais um pouquinho.

E esse pouquinho crescia mais a cada dia. 

Enquanto sua vontade de ir embora diminuía cada vez mais. 

Foi difícil para quem o tinha compreender quando ele quis partir.

“Por que? Sempre te fiz o melhor.”, ela se perguntava.

E ele não sabia responder. 

Apenas sabia o que queria. 

E não a queria mais.

Queria a casa ao lado.

O casal ao lado.

É…

Não se pode fazê-lo ficar.

Não dá para o prender em casa, nem chantagear com petiscos.

Quando um gato escolhe te deixar, ele deixa.

E se ele deseja ficar…

Você só aceita.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Leia mais

Patrocínio

%d blogueiros gostam disto: