19.3 C
São Paulo
segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Um estudo da trajetória de resistência e o cultivo sustentável da piaçava na comunidade quilombola de Jatimane em Nilo Peçanha-Bahia

O povo quilombola traz consigo costumes dos seus ancestrais: visões de mundo, lutas e conhecimentos práticos que reúnem uma ciência antiga e efetiva. O conhecimento sobre a trajetória de resistência e o cultivo sustentável da piaçava nos territórios quilombolas Jatimanenses, localizado no município de Nilo Peçanha, estado da Bahia, precisam ser valorizados como ciência. O presente artigo tem como objetivo discutir, através de uma revisão bibliográfica, acerca da trajetória de resistência e o cultivo sustentável da piaçava na comunidade quilombola de Jatimane Nilo Peçanha-Bahia. Busca-se, ainda, refletir sobre as políticas públicas brasileiras que atendem as comunidades remanescentes de quilombolas. A metodologia tem como base a pesquisa bibliográfica, a partir de materiais elaborados por pesquisadores de diversas áreas, constituídos de livros, periódicos nacionais e estrangeiros, artigos científicos em bases na internet, reportagens de jornais especializados, legislações pertinentes. As políticas públicas brasileiras que visam atender as populações quilombolas no Brasil ainda são recentes, pouco dialogadas na prática, masque tiveram na Constituição de 1988, assim como para todo o país, o marco importante da Constituição Cidadã, sendo esta, a posteriori, a que mais concedeu aos brasileiros os direitos básicos. A comunidade quilombola do Jatimane, no Baixo Sul da Bahia, representa, através do cultivo da piaçava, não apenas um cultivo sustentável, capaz de tornar renovável os recursos utilizados, como tem utilizado desses recursos para garantirem seu sustento, sobrevivência e ainda resistência.

Palavras-chave: Quilombo Jatimane; sustentabilidade quilombola; pandemia do coronavírus.

Autora:

Elaine de Jesus dos Santos

Download:

Deixe uma resposta

Leia mais