12.2 C
São Paulo
quarta-feira, 29 de maio de 2024

A importância da participação dos Pais na criação dos filhos.

Quando falamos em participação dos pais na criação dos filhos, logo pensamos em trabalhar para comprar alimentos, roupas, sapatos e brinquedos. Tudo faz parte e é nossa obrigação como pais, porém isso não é tudo que um filho precisa.
A importância da participação dos pais na criação dos seus filhos vai muito mais além, ela envolve também atenção, afeto e muito amor.
Brincar com os filhos é fundamental e é muito saudável, funciona como um remédio em dose certa.
Ser pai já não é tarefa fácil, ainda mais em tempos tão dificultes, que o mundo esta vivendo nesta pandemia.
Dizer que um pai é uma inspiração para os filhos, isso todos nós podemos dizer.
Agora, envolver-se e inventar brincadeira para os filhos nesses momentos de pandemia, isso esta cada vez mais difícil de acontecer.
Em tempo de pandemia, fazer sorrir uma criança com brincadeira saudáveis é tudo o que eles gostam ou precisam.
E por mais difícil que seja os momentos que nos encontramos, o pai sabe que para o filho a diversão e alegria supera todos os momentos dificultes.
É como se o filho vivesse num lugar totalmente só para ele, cheio de brinquedos e sorrisos, de abraços, emoções e muita alegria.
As energias feminina e masculina são diferentes. “Enquanto o feminino é mais do cuidado, das histórias, da suavidade, da ‘casinha’ (no bom sentido), o masculino é mais guerreiro, aventureiro, corporal”, destaca a pedagoga Maria Lúcia Medeiros, coordenadora executiva do movimento Aliança pela Infância.
“O pai geralmente brinca com algo que tenha uma energia física mais envolvida, como empinar pipa, brincar de pega-pega ou outras brincadeiras de correr (costumamos chamar de brincadeiras agonísticas ou do fogo)”, diz a pedagoga.
““ O filho percebe o pai como uma pessoa presente em sua vida, uma pessoa que pode confiar admirar, imitar “… O pai também entra no universo da criança, passa a conhecê-la e compreendê-la melhor”, frisa.

Sabemos que hoje em dia é muito difícil falar de um modelo de pai, as famílias ou as pessoas são ou estão cada vez mais diversas.
Apesar de inúmeros motivos, ainda podemos destacar o papel paterno como importante na formação do filho.
Esse tema da presença dos pais na vida dos pequenos tem aparecido cada vez mais nas reflexões e é super importante. “Brincar é sempre um fortalecimento de vínculos, então, nada mais pertinente do que pai (e mãe) brincarem com seus filhos”, explica Maria Lúcia.
Outro estudo realizado na Universidade de Michigan mostrou que crianças com pais participativos demonstram mais autocontrole e habilidade de cooperação, confirmando que o vínculo entre pais e filhos tem influência no desenvolvimento social dos pequenos.
Participar dos cuidados diários e da criação é uma realidade crescente para os pais brasileiros, que estão cada vez mais envolvidos com as tarefas diárias, relativas à casa e à família.
É isso que garante o fortalecimento de vínculos afetivos: estabelecer uma relação real com os filhos, baseada na presença e na confiança.
Alguns pontos que aumentam o vinculo entre pais e filhos
1. Acompanhe as atividades escolares
Embora vivemos momentos de pandemia, para muitos pais, a dificuldade de conciliar seu tempo em acompanhar os filhos nas tarefas escolares, não esta sendo muito fácil.
Diferente de estar na aula presencial para uma aula virtual, este acompanhamento requer tempo, habilidade e muita paciência.
Ma tudo isto tem um ponto muito positivo, que é a aproximação dos pais no processo de formação dos seus filhos mesmo em tempos de pandemia.
2. Assistir desenhos educativos, serie e resgatar brincadeiras raízes.
Nada melhor estar em harmonia juntos com seus filhos, seja assistir desenho , serie, ou até mesmo resgatar jogos que todos possam participar em família como:
1– Amarelinha,
2- Batatinha-1, 2,3.
3- Chicotinho queimado
4- Pique esconde.
E muitas outras brincadeiras que vierem em sua mente ou imaginação, isso faz os pais voltar ao tempo da sua infância para contribuir na brincadeira dos seus filhos.
5. Compartilhe suas histórias
Pode parecer que não implica no desenvolvimento criança, mas compartilhar suas historias é muito importante para seu filho.
E importante os pequenos ficam sabendo da sua infância, de qual brincadeira que você mais gostava de brincar.
Contar sobre seus avós, seus tios, mostrar fotos antigas, e compartilhar momentos de boas recordações,
Esses momentos fortalecem muito mais o vinculo dos pais com seus filhos.
3. Ler para os seus filhos
O habito de leitura com os filhos é primordial para o crescimento e enriquecimento para o seu desenvolvimento escolar e para vida toda.
Este hábito desperta o desejo e o interesse da criança para o habito de leitura no seu dia a dia.
Desta forma, fortalece o vinculo dos pais com seus filhos no momento de leitura.

Todos os filhos requerem atenção muito especial dos seus pais, isso influenciara no futuro, tanto na parte emocional, quanto na parte profissional.
É esta participação dos pais, promove o bem estar e a sensação de segurança para os filhos, para vida toda.

Referências

REVISTA NA MOCHILA DIGITAL, Brincadeiras fortalecem o vínculo entre pai e filho. Disponível em: < https://www.revistanamochila.com/single-post/2018/07/20/brincadeiras-fortalecem-o-v%C3%ADnculo-entre-pai-e-filho>.
BLOG – DENTRO DA HISTORIA, 6 formas de fortalecer o vínculo entre pais e filhos. Disponível em: . Acesso em: 10 Aug. 2018.

Guerra Antonio Fernandes
Guerra Antonio Fernandes
Guerra Antônio Fernandes, é amante da literatura desde muito cedo. Colaborador com artigos, crônica e poesias, no Jornal Tribuna de São Paulo Participante de vários concursos nacionais e internacionais de literatura. Casado e pai de dois filhos, é escritor de romance, poesia, crônica e artigos. Viajou em alguns países do mundo, como Portugal, França, e Alemanha, Holanda, Espanha e Suíça.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia mais

Meu mundo azul

Vem filho.

O aluno Quinho

Qual é o seu talento?

Angola, eu nunca te esqueci.

Patrocínio