12 C
São Paulo
quinta-feira, 29 de julho de 2021

O direito penal do autor e julgamento de Jesus Cristo de Nazaré

O objeto central do presente artigo se encarrega de expor a essência e perigo do Direito Penal do autor a partir do estudo de um caso concreto que, quiçá, vem a representar o erro judicial mais crasso da história. Para tanto, passa como tarefa imprescindível do trabalho: conceituar o Direito Penal do autor, demarcando sua linha divisória com o Direito Penal do fato; e visualizar a incidência prática daquele na condenação cruel de um inocente chamado Jesus Cristo de Nazaré. Longe de pretenso viés religioso, busca-se aqui construir uma análise técnico-jurídica para evidenciar a sórdida forma que se desenhou a condenação do nazareno, homem símbolo transcendental de justiça e humanidade, e a maior violação de Estado de Direito e de direitos humanos já documentada pela história. Por fim, a problemática abordada reflete o grande risco de se valer falaciosamente das vias do Direito para julgar qualquer ser humano com base na sua personalidade, e não propriamente pelo que fez ou deixou de fazer.

Palavras-chave: Direito Penal do autor. Jesus Cristo de Nazaré. Direitos humanos. Garantias materiais.

Autor:

João Vitor Arantes Braz

Download:

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Leia mais

%d blogueiros gostam disto: