12 C
São Paulo
quinta-feira, 29 de julho de 2021

Laboratório de Wuhan volta a ser alvo de investigação sobre a origem da Covid19

Desde a sua origem, a pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), responsável pela pior pandemia do século, voltou a ganhar especulações de que teria surgido do laboratório de virologia de Wuhan, na China. O laboratório tem nível quatro (4) de classificação de segurança, sendo considerado o maior nível de segurança no planeta.

Todavia, aquilo que era tido como teoria da conspiração propagada pelo ex-presidente americano Donald Trump e seus seguidores vem ganhando mais destaque nas últimas semanas: a possibilidade de o vírus da pandemia de Covid-19 ter escapado daquele laboratório.

Agora o novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, deu a ordem para que os serviços de inteligência do país redobrassem os esforços para descobrirem, por meio de investigações científicas, se o vírus teria ou não surgido do laboratório chinês.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou em março deste ano que seria “extremamente improvável” que o vírus tenha surgido ou escapado de dentro do laboratório do país comunista.

Roda nas redes sociais um vídeo, de 2017, da inauguração do laboratório chinês em que se mostram as suas instalações, equipamentos, cientistas e, morcegos vivos para experimentos laboratoriais.

A indagação retorna aos debates visto que há especulações de que o vírus responsável pela pandemia teria surgido de um animal como o morcego, e que em se tratando de transmissão para humanos, algum cientista teria se contaminado por acidente após estudar o vírus nos animais dentro do próprio laboratório, levando o vírus para fora e espalhando pela cidade de Wuhan.

No entanto, o regime comunista chinês nega com veemência que o vírus tenha surgido ou escapado de seu laboratório de segurança máxima. O líder do país, Xi Jingping, alega que a origem da doença seria um mercado de frutos do mar, na mesma cidade do laboratório. O mercado de frutos do mar de Wuhan é um comércio de animais selvagens e de frutos do mar, local onde possivelmente teria sido a origem do vírus, segundo o governo chinês, por meio de animais infectados.

No final de 2019, jornalistas e médicos foram presos pelo regime comunista depois de tentarem investigar a origem e as causas do novo coronavírus. Eles foram acusados regime comunista de subverterem a ordem, estabilidade e segurança públicas, motivo pelo qual foram detidos, e alguns deles estão desaparecidos até os dias de hoje.

Wallysson Maiahttp://lattes.cnpq.br/8683005938555663
Walisson Jonatan de Araújo Maia (Wallysson Maia) é graduado em Letras com habilitação em Língua Portuguesa e Suas Respectivas Literaturas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte; blogueiro, designer e professor.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Leia mais

%d blogueiros gostam disto: