8.4 C
São Paulo
quinta-feira, 19 de maio de 2022

Efeitos Do Treinamento De Força E Suplementação De Creatina Sobre A Massa, Função Muscular E Neuroproteção Em Idosos Com Demência.

A creatina é um dos poucos suplementos que realmente tem evidência sobre sua eficácia sob rendimento e composição corporal, porém, há outros benefícios que esta vem apresentando, no entanto, em grupos de idosos, e avaliando função cognitiva, ainda são escassos os estudos. O objetivo deste estudo foi levantar informações científicas sobre a suplementação com creatina associada ao treinamento força sobre a massa muscular e função cognitiva em idosos com demência. Para tanto, foi realizado revisão narrativa em base de dados: PubMed, PsycInfo, Scopus e SciELO  As palavras-chave de pesquisa foram “creatina”, “demência” ou doença de Alzheimer, “treino de força em idosos”, “suplementação de creatina em idoso”. Como critério de inclusão: artigos publicados 2000 a 2020. Foram analisados um total de 60 artigos.  Os artigos evidenciaram que houve incrementos positivos na massa muscular e sobre a cognição. Os resultados indicam que a suplementação de creatina associada ao treinamento  tem efeitos positivos no envelhecimento da massa muscular e na força em comparação ao treinamento força sem suplementação e de fato pode potencializar as atividades cerebrais  sendo  capaz de melhorar a função cerebral de indivíduos idosos com  Doença de Alzheimer (DA) podendo retardar  quadro degenerativo da DA   quando iniciado a prescrição em fase de diagnóstico inicial.

Palavras-chave: creatina, treinamento força, idoso, demência, Alzheimer.

Autores:

Alda Rocha

FINAMA,Pós-graduanda em Ciências do Exercício Clínico e Esportivo

Alexandre Quirino

FINAMA, Pós-graduando em Ciências do Exercício Clínico e Esportivo

Isaura Carvalho

FINAMA,Pós-graduanda em Ciências do Exercício Clínico e Esportivo

Raphael Cunha

FINAMA, Coordenador de Especialização e Orientador de Pesquisa

Download:

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

Leia mais

%d blogueiros gostam disto: