20.1 C
São Paulo
quarta-feira, 21 de abril de 2021

Adoção Por Casais Homoafetivos

O presente artigo tem como objetivo abordar sobre a adoção por casais homoafetivos, sua possibilidade legal e os efeitos sobre o adotado. Analisar o ambiente familiar propiciado ao adotado para se verificar até que ponto a orientação sexual dos pais pode influenciar ou não os filhos, Os homossexuais preferem adotar crianças que não estão nos perfis mais requisitados, como afro-descendentes, deficientes etc. O preconceito é uma realidade para os filhos de homossexuais, mas ainda é muito mais benéfica a adoção do que deixá-las nas instituições, nas quais não tem cuidado, carinho e atenção necessário. Os filhos de casais homossexuais têm a mesma competência social e saúde psicológica e mental que os filhos de heterossexuais. A pesquisa foi realizada através de matérias bibliográfica, doutrinas, leis e jurisprudências, vigente no ordenamento jurídico brasileiro. O estudo buscou tratar da proteção ao instituto família o qual vem sofrendo inúmeras modificações ao longo dos anos, com as atualizações exigidas pela evolução social. As uniões homoafetivas encontram-se cada vez mais presente dentro da sociedade e a elas deve ser concedido o direito de adotar, respeitando o princípio da dignidade da pessoa humana e levando em consideração o melhor interesse da criança. Para efetivar o ato de adoção, os casais homoafetivos ainda encontram muitos preconceitos e tabus e a eles deve ser concedido tal direito através do poder judiciário.

Palavras Chaves: Família.Homoafetivos. Adoção. Princípios Constitucionais. Homoafetividade. Orientação Sexual.

Autora:

Angela Maria Ferreira Carneiro Lemos

Download:

Deixe uma resposta

Leia mais